Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8515
Title: Distribuição e análise quantitativa de neurônios imunoreativos à enzima triptofano hidroxilase em núcleos de rafe de ratos desnutridos durante a vida perinatal
Authors: Cristinny de Farias Campina, Renata
Keywords: Triptofano Hidroxilase; Serotonina; Desnutrição; Ratos; Fenfluramina; Núcleos da rafe
Issue Date: 31-Jan-2009
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Cristinny de Farias Campina, Renata; Virgínia Góis Leandro, Carol. Distribuição e análise quantitativa de neurônios imunoreativos à enzima triptofano hidroxilase em núcleos de rafe de ratos desnutridos durante a vida perinatal. 2009. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Patologia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2009.
Abstract: Agravos nutricionais ocorridos no período de desenvolvimento do sistema nervoso podem programar o metabolismo fetal de maneira duradoura para permitir a sobrevivência do indivíduo às mudanças no ambiente nutricional. A desnutrição protéica perinatal promove modificações neuroquímicas, inclusive dos níveis de serotonina e da enzima limitante para sua síntese, a triptofano hidroxilase (TPH). Ratas virgens da linhagem Sprague-Dawley receberam dieta normoprotéica (Grupo controle, C) ou hipoprotéica (Grupo desnutrido, D) durante a gestação e lactação. Os filhotes foram alimentados com dieta normoprotéica após o desmame e submetidos à experimentação aos 35 dias de vida. Filhotes normonutridos e desnutridos receberam injeção aguda de fenfluramina (3mg/Kg p.c) ou salina (Nacl 0,9%) formando os grupos controle salina (CS), desnutrido salina (DS), controle fenfluramina (CF) e desnutrido fenfluramina (DF). Os encélafos foram criosseccionados e processados com técnicas de imunohistoquímica contra a enzima triptofano hidroxilase. Foram analisados a quantidade de neurônios imunoreativos a triptofano hidroxilase e sua distribuição dentro dos núcleos Dorsal e Mediano da rafe. O grupo desnutrido não apresentou alterações na quantidade e distribuição de células serotoninérgicas nos núcleos da rafe quando comparado aos animais controle. No entanto, quando o sistema serotoninérgico foi estimulado com fenfluramina, observamos aumento no número de neurônios imunoreativos a enzima triptofano hidroxilase no núcleo Dorsal da rafe apenas de animais desnutridos. A investigação da organização topográfica das células marcadas em regiões do eixo rostro-caudal revelou importantes diferenças entre organismos desnutridos e nutridos, que não foram observadas na constituição dos núcleos como um todo. Dessa forma, podemos salientar a relevância de estudos com sub-populações de neurônios dentro dos núcleos da rafe, apresentando essas susceptibilidades distintas a ações da desnutrição perinatal
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8515
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Patologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo4201_1.pdf4.63 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.