Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8514
Title: Pai, separado e pobre : entre as dificuldades e o desejo de uma paternidade plena
Authors: Cristine De Oliveira, Etiane
Keywords: paternidade; ruptura conjugal; pobreza; representação social
Issue Date: 31-Jan-2010
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Cristine De Oliveira, Etiane; de Fátima de Souza Santos, Maria. Pai, separado e pobre : entre as dificuldades e o desejo de uma paternidade plena. 2010. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2010.
Abstract: Esta pesquisa tem como objetivo compreender as representações sociais de paternidade de homens-pais que são separados e pobres. Localiza-se no campo de estudos sobre família e utiliza como referencial a Teoria das Representações Sociais, por considerar que este norte teórico almeja romper com a dicotomia entre o social e o psicológico, assim como visa legitimar a importância do senso comum e práticas coletivas para a compreensão dos fenômenos sociais. A revisão da literatura priorizou estudos sobre as atuais configurações de família, enfatizando os arranjos familiares após a ruptura conjugal e as especificidades da organização familiar dos pobres urbanos. A pesquisa de campo se constituiu em duas etapas: a primeira a aplicação de um questionário de associação livre junto a 74 homens-pais, separados e pobres, seguida por entrevistas semi-estruturadas com 7 sujeitos que participaram do questionário. Os dados do questionário foram analisados pelo software EVOC, que facilita o reconhecimento da estrutura das representações sociais, com possíveis elementos centrais e periféricos. O material das entrevistas foi tratado através da análise de conteúdo, que organizou as discussões sobre a representação social da paternidade no contexto da separação e pobreza em torno de quatro eixos temáticos: a) Concepções sobre paternidade no casamento e na separação, b) Concepções sobre mãe e ex mulher, c) Sentimentos de (in)justiça e d) Reflexos da pobreza na paternidade pós-separação. Os dados permitem apreender representações sociais que transitam pelos diversos modelos de paternidade. Apesar do exercício paterno, após a separação estar muito vinculado ao pagamento da pensão alimentícia, foi possível averiguar que os homens-pais, separados e pobres, também assumem práticas de paternidade não tradicionais, ou "em transição‟ no rumo da "nova paternidade‟
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8514
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Psicologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo735_1.pdf838.6 kBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.