Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/848
Title: Diversidade de Coleoptera em um fragmento de Mata Atlântica da Reserva Ecológica Gurjaú, Cabo de Santo Agostinho-PE
Authors: Regina de Albuquerque Santos, Silvia
Keywords: Biologia animal Entomologia; Mata Atlântica, Cabo de Santo Agostinho, PE Levantamento entomológico; Coleoptera (besouros) Captura Armadilha de solo e de Malaise Comparação entre borda e interior da mata; Variação sazonal Comparação de fauna.
Issue Date: 2005
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Regina de Albuquerque Santos, Silvia; Maria Isidro de Farias, Angela. Diversidade de Coleoptera em um fragmento de Mata Atlântica da Reserva Ecológica Gurjaú, Cabo de Santo Agostinho-PE. 2005. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Biologia Animal, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2005.
Abstract: A fauna de Coleoptera foi investigada em um fragmento de Mata Atlântica da Reserva Ecológica de Gurjaú, Cabo de Santo Agostinho, PE durante os picos das estações chuvosa (maio e junho de 2003) e seca (outubro e novembro de 2003) através de armadilhas Malaise e de solo. A estrutura de comunidade de besouros foi reconhecida pelo emprego de índices de diversidade de Pielou, Brillouin, Shannon e Simpson; teste T e análise de variância um critério de abundância, da riqueza e da diversidade de Coleópteros; e pela caracterização dos grupos tróficos (herbívoros, carnívoros, fungívoros e detritívoros). Os efeitos da precipitação e da umidade sobre a abundância de Coleóptera foram analisados através do emprego do coeficiente de correlação de Spearman. Os dados obtidos nas armadilhas de Malaise foram analisados tomando-se como base nas morfoespécies enquanto que os dados das armadilhas de solo foram analisados na abundância das famílias. Foram coletados 3.872 besouros, 58,2% nas armadilhas de solo e 41,8% nas armadilhas Malaise. Em ambos os levantamentos, foram registrados abundâncias significativamente maiores na estação chuvosa, sendo a abundância influenciada pelos fatores climáticos analisados. Na armadilha Malaise, a abundância foi similar nos pontos de borda e interior enquanto que nas armadilhas de solo a abundância foi destacadamente maior no interior. Nas armadilhas Malaise, houve uma elevada proporção de herbívoros em termos de riqueza de famílias, riqueza de espécies e abundância, com destaque para as famílias Chrysomelidae, Curculionidae e Mordellidae. Nas armadilhas de solo, também foi observada uma elevada abundância de herbívoros, representada quase que totalmente pela família Bostrychidae e uma abundância muito baixa de carnívoros. A elevada proporção de herbívoros e a reduzida proporção de carnívoros e detritívoros poderiam indicar que o fragmento encontra-se submetido a altos níveis de perturbação, confirmando a hipótese de que os taxa de níveis tróficos mais altos são mais susceptíveis à fragmentação
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/848
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Biologia Animal

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo1819_1.pdf676.48 kBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.