Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8465
Título: Construção do espaço virtual na internet: como as pessoas se localizam em ambientes de chat
Autor(es): MELO, Lafayette Batista
Palavras-chave: Espaço virtual;Chat;Internet
Data do documento: 2004
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Batista Melo, Lafayette; Rogério de Lemos Meira, Luciano. Construção do espaço virtual na internet: como as pessoas se localizam em ambientes de chat. 2004. Tese (Doutorado). Programa de Pós-Graduação em Psicologia Cognitiva, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2004.
Resumo: O objetivo deste trabalho é explicar a construção do espaço virtual na Internet, especificamente em ambientes de chat, a partir de uma abordagem sócio-cultural da psicologia. Através desta abordagem, o espaço virtual foi visto como um espaço relacional em contínua transformação, no qual as pessoas se localizam e localizam as outras em um ambiente computacional. Os ambientes tratados neste estudo são os chats, definidos como recursos da Internet que possibilitam comunicação síncrona entre indivíduos. A partir de releituras do enfoque sócio-cultural, do materialismo dialético e de estudos lingüísticos, bem como da prática de utilização de chats, foi construída uma unidade de análise denominada intercal(ação) de marcadores espaço-virtuais. Esta unidade de análise envolve elementos de localização (basicamente aqueles com uma função dêitica) e seqüências interacionais (em termos de mensagens que possibilitam a construção do espaço), além de estar associada às transformações de expectativas e pressuposições dos participantes do chat. Foram analisados chats com atividades previamente definidas (encontros acadêmicos realizados no contexto da plataforma Virtus, entrevistas on-line e serviços de suporte realizados no Website da UOL) e chats sem uma atividade previamente definida (bate-papos nos sistemas Terra, mIRC, Paltalk e Yahoo Messenger). A análise definiu sete categorias relacionadas às estratégias psicológicas de construção do espaço virtual pelos usuários dos sistemas (conexão, engajamento, emergência, manutenção, imergência, desengajamento e desconexão). Algumas conclusões da análise são: as estratégias psicológicas dos usuários tornaram possível que eles entrassem, permanecessem e saíssem do espaço virtual por meio de elementos dêiticos relacionados aos movimentos virtual-físico e virtual-virtual; os elementos dêiticos têm funções próprias em cada categoria e chats com atividades previamente definidas e sem atividades previamente definidas determinam a construção do espaço virtual bem como o tipo de atividade. Outras contribuições deste trabalho, além da análise de construção do espaço virtual, são as investigações teóricas para o estudo da abordagem sócio-cultural com base em fundamentos do materialismo dialético, o entendimento de como ambientes específicos como aqueles com atividades educacionais têm seu próprio espaço e a compreensão da interface de ambientes computacionais em uso através da observação do processo de construção do espaço virtual
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8465
Aparece na(s) coleção(ções):Teses de Doutorado - Psicologia Cognitiva

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo9130_1.pdf1,39 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.