Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8429
Título: Consumo energético-protéico e estado nutricional de crianças menores de dois anos de municípios de baixo índice de desenvolvimento humano (IDH) do Nordeste
Autor(es): Patrícia de Oliveira Silva, Silvia
Palavras-chave: Criança; Consumo alimentar; Estado nutricional; Desnutrição; Obesidade
Data do documento: 31-Jan-2008
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Patrícia de Oliveira Silva, Silvia; Maria Osório de Cerqueira, Mônica. Consumo energético-protéico e estado nutricional de crianças menores de dois anos de municípios de baixo índice de desenvolvimento humano (IDH) do Nordeste. 2008. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Nutrição, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2008.
Resumo: Esta dissertação está estruturada em duas partes: uma revisão de literatura, elaborada segundo artigos publicados nas bases de dados Scielo e Lilacs, livros e relatórios oficiais, e um artigo original. A revisão literária mostra estudos que salientam a importância da nutrição no crescimento e desenvolvimento infantil, bem como a importância da relação entre o consumo alimentar e o estado nutricional da criança, possibilitando averiguar que na maior parte dos estudos o excesso de peso ultrapassa a desnutrição ou o risco nutricional e isto ocorre independente da classe de renda. Esta situação gera uma preocupação do setor saúde pelo fato de que seus efeitos futuros limitam as capacidades físicas e intelectuais do indivíduo, comprometendo a qualidade de vida da população, a produtividade e a economia do país. O artigo original avaliou o consumo energético-protéico e relacionou-o com o estado nutricional segundo o índice de massa corporal de crianças com idade inferior a dois anos, pertencentes aos municípios de Gameleira e São João do Tigre, municípios da Zona da Mata de Pernambuco e do Semi-árido da Paraíba, respectivamente. Os resultados encontrados confirmam aqueles observados na revisão literária: o excesso de peso, segundo o índice de massa corporal, sobrepondo-se ao déficit ponderal. Assim, faz-se necessário um alarme para criação de políticas públicas que visem à prevenção da obesidade infantil, para que a população não sofra com as conseqüências acarretadas por esta patologia
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8429
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Nutrição

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo3961_1.pdf2,33 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.