Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8421
Título: Efetividade do óleo essencial de orégano (Origanum vulgare L., Lamiaceae) na inibição do crescimento de espécies de Aspergillus potencialmente toxigênicas
Autor(es): Cristina de Castro Coheté Mitchell, Teresa
Palavras-chave: Orégano; óleo essencial; Aspergillus, atividade antifúngica.
Data do documento: 31-Jan-2008
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Cristina de Castro Coheté Mitchell, Teresa; Lúcia Montenegro Stamford, Tânia. Efetividade do óleo essencial de orégano (Origanum vulgare L., Lamiaceae) na inibição do crescimento de espécies de Aspergillus potencialmente toxigênicas. 2008. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Nutrição, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2008.
Resumo: Atualmente há uma preocupação pela busca de uma alimentação mais saudável, livre de aditivos sintéticos e agrotóxicos e contendo uma menor quantidade de conservantes artificiais. As indústrias de alimentos vêm buscando os compostos alternativos naturais para a aplicação na conservação de alimentos. As especiarias e seus constituintes têm se mostrado eficazes na inibição do crescimento de microrganismos patogênicos, incluindo alguns fungos patógenos e deteriorantes contaminantes de alimentos. Origanum vulgare L têm sido reconhecido como uma espécie vegetal possuidora de várias propriedades terapêuticas, de modo que seu potencial antimicrobiano vem recebendo um grande interesse científico. O óleo essencial de O. vulgare L. tem sido reconhecido como uma interessante fonte de compostos antimicrobianos para ser aplicado na conservação alimentar. Neste estudo foi avaliado o efeito do óleo essencial de Origanum vulgare L. no crescimento de Aspergillus flavus ATCC 40640, Aspergillus parasiticus NRRL 22947, Aspergillus fumigatus ATCC 40640, Aspergillus terreus ATCC 7860 e Aspergillus ochraceus ATCC 22947. Os métodos adotados para a realização deste estudo foram: o Screening; a detreminação da CIM (Concentração Inibitória Mínima) e CFM (Concentra Fungicida Mínima); a cinética de crescimento; a quantificação da massa micelial seca; a viabilidade e agerminação de esporos; e a morfogênese das cepas dos fungos filamentosos frente à ação do óleo essencial de orégano.O Óleo essencial teve um significativo efeito inibitório sobre todos os fungos analisados. A CIM foi 0,6 μL/mL para todos os fungos, enquanto que CFM em um intervalo de 1,25 - 2,5 μL/mL. O crescimento micelial radial de A. flavus e A. parasiticus foi fortemente inibido por 14 dias em 0,6; 1,25 e 2,5 μL/mL de óleo em meio sólido. A massa micelial de todos os fungos foi inibida em mais de 90 % em 0,6 e 0,3 μL/mL em meio líquido, e em 100 % a 1,25 μL/mL. O óleo nas concentrações de 0,6; 1,25 a 2,5 μL/mL, foi efetivo na inibição da viabilidade e germinação de esporos em um curto tempo de exposição. Na determinação do efeito do óleo essencial sobre a morfogênese das cepas de fungos filamentosos, o óleo essencial de orégano foi capaz de provocar alterações morfológicas miceliais do A. parasiticus na concentração de 2,5 μL/mL Esses resultados demonstram que o óleo essencial de Origanum vulgare L. exerceu um significativo efeito fungitóxico dando suporte ao seu possível uso racional como um composto antifúngico na conservação de alimentos
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8421
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Nutrição

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo3957_1.pdf2,15 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.