Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8362
Título: Tratamento neonatal com agonista 5-HT1A: repercussões sobre o desenvolvimento da atividade locomotora em ratos
Autor(es): da Silva Aragão, Raquel
Palavras-chave: Atividade locomotora; Análise automática da locomoção; Desenvolvimento; Programação; Serotonina; Buspirona; Campo aberto; Ratos
Data do documento: 31-Jan-2009
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: da Silva Aragão, Raquel; Manhães de Castro, Raul. Tratamento neonatal com agonista 5-HT1A: repercussões sobre o desenvolvimento da atividade locomotora em ratos. 2009. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Neuropsiquiatria e Ciência do Comportamento, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2009.
Resumo: A locomoção é uma importante função para os seres vivos. Alterações ambientais que ocorram durante o período crítico do desenvolvimento podem promover mudanças no desenvolvimento da atividade locomotora, trazendo prejuízos para o indivíduo. Trabalhos que utilizam a análise automática de comportamentos são de grande importância para o estudo da locomoção. Dentre os sistemas que podem influenciar o desenvolvimento da atividade locomotora, encontra-se o sistema serotoninérgico. Sugere-se que sua atuação seja intermediada via receptores 5-HT1A. Esta dissertação teve como objetivo estudar as repercussões da manipulação farmacológica, crônica ou aguda, com agonista parcial 5-HT1A, sobre a atividade locomotora em ratos. No primeiro estudo, foi desenvolvido um sistema automático de análise da atividade locomotora de pequenos animais, avaliados em um campo aberto. Este sistema permite estudar a atividade locomotora e evidenciar se estimulações ambientais adversas podem promover alterações no padrão de locomoção. Deste sistema, são extraídos parâmetros de distância percorrida, velocidade média, potência média, tempo de imobilidade, número de paradas, tempo de permanência nas áreas do campo e relação tempo de imobilidade/número de parada. Sua validação ocorreu a partir a análise do desenvolvimento da locomoção em ratos normais. Foram utilizados 19 ratos Wistar machos, avaliados no 8º, 14º, 17º, 21º, 30º e 60º dia pós-natal, durante 2 minutos. O sistema mostrouse capaz de extrair eficazmente os parâmetros desejados. Dessa forma, foi possível observar modificações no padrão de locomoção dos animais, devido ao seu desenvolvimento. No segundo estudo, buspirona foi administrada cronicamente, 1º ao 21º dia de vida pós-natal, via subcutânea, nas doses de 2,5 (n=13), 5 (n=13) e 10 (n=13) mg/Kg, em ratos. Nos animais controle, foi administrada salina (n=14). Foram utilizados 53 ratos Wistar machos. O sistema utilizado, as idades e parâmetros avaliados foram os mesmos do primeiro estudo. O tratamento neonatal reduziu a potência média, aos 60 dias, em todas as doses utilizadas. Também alterou a evolução da característica de número de paradas e relação tempo de imobilidade/número de parada, nas doses mais baixas, durante o desenvolvimento. Nos mesmos animais, submetidos à manipulação neonatal, foi realizada aplicação aguda de buspirona (5mg/Kg), aos 70 dias, e, 30 minutos após a administração, a locomoção avaliada durante 10 minutos. Em todos os animais, ocorreu diminuição da atividade locomotora, indicando um possível efeito sedativo da droga. Notavelmente, observou-se redução da distância percorrida e do número de paradas, e aumento no tempo de imobilidade. Entretanto, o grupo que recebeu a dose mais alta de buspirona durante o aleitamento, a redução da distância percorrida foi menor. Em resumo, a manipulação neonatal com buspirona altera alguns parâmetros da atividade locomotora. A administração aguda de buspirona ocasiona redução da locomoção. Porém, em menor intensidade nos animais tratados com a maior dose do fármaco, durante o aleitamento, sugerindo ocorrência do fenômeno da programação
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8362
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Neuropsiquiatria e Ciência do Comportamento

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo4213_1.pdf791,87 kBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.