Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8331
Title: Avaliação da condição gengival e microbiológica subgengival de pacientes sadios periodontalmente submetidos a tratamento ortodôntico
Authors: Menezes Cardoso, Randerson
Keywords: Ortodontia Corretiva; Periodontia; Microbiologia.
Issue Date: 31-Jan-2011
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Menezes Cardoso, Randerson; Cimões Jovino Silveira, Renata. Avaliação da condição gengival e microbiológica subgengival de pacientes sadios periodontalmente submetidos a tratamento ortodôntico. 2011. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Odontologia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2011.
Abstract: Objetivo: Avaliar a condição gengival e a presença na microbiota subgengival das bactérias Aggregatibacter actinomycetemcomitans (Aa) e Tannerella forsythia (Tf) em pacientes periodontalmente saudáveis submetidos a tratamento ortodôntico com aparelho fixo. Material e Métodos: Vinte pacientes foram distribuídos em dois grupos (n=10) de acordo com a necessidade de tratamento ortodôntico (Grupo Teste = apresentavam má oclusão e receberam tratamento ortodôntico; Grupo Controle = sem má oclusão e não receberam tratamento ortodôntico). Amostras microbiológicas foram coletadas com 0, 90 e 180 dias em quatro sítios pré‐estabelecidos: primeiro molar superior direito, primeiro molar inferior esquerdo, incisivo central superior direito e incisivo central inferior esquerdo. O DNA foi extraído para detecção dos patógenos periodontais Aa e Tf utilizando a técnica da Reação em Cadeia Polimerase. O índice de placa e sangramento gengival também foram registrados nos referidos intervalos de tempo. Resultados: As médias do índice de placa reduziram no grupo Teste e no grupo Controle. Quanto à presença de cada uma das bactérias, se destaca que aos 90 e aos 180 dias foi observada a presença no grupo Teste de Aa, aos 90 dias foi observada a presença de Tf no grupo Teste e no grupo Controle. Conclusão: Concluiu-se que a terapia ortodôntica fixa promoveu a presença dos periodontopatógenos estudados e não aumentou o índice de sangramento gengival e o índice de placa
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8331
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Odontologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo6633_1.pdf337.14 kBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.