Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8275
Title: Efeitos do treinamento físico na estrutura do nervo ciático de ratos adultos submetidos à dieta hipoprotéica durante a gestação e lactação
Authors: Vasconcelos Carvalho de Queiroz, Lícia
Keywords: Dieta com restrição de proteínas; Treinamento físico; Nervo ciático
Issue Date: 31-Jan-2008
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Vasconcelos Carvalho de Queiroz, Lícia; Regina Arruda de Moraes, Silvia. Efeitos do treinamento físico na estrutura do nervo ciático de ratos adultos submetidos à dieta hipoprotéica durante a gestação e lactação. 2008. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Neuropsiquiatria e Ciência do Comportamento, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2008.
Abstract: ciático e sobre o crescimento corporal de ratos adultos que receberam dieta hipoprotéica durante a gestação e lactação. Ratos machos Wistar (n=35) foram mantidos em condições padronizadas de biotério. Os animais foram obtidos acasalando-se ratas primíparas (Wistar, n=17, peso corporal = 241,2±23,1g) com machos da mesma linhagem, numa proporção de duas fêmeas para cada macho, segundo o ciclo estral. Detectada a prenhez através da presença de espermatozóides na secreção vaginal, as ratas foram distribuídas em grupo Nutrido (N, n= 9, caseína 17%) e grupo Desnutrido (D, n = 8, caseína 8%) e receberam dieta conforme seu grupo nutricional durante a gestação e lactação. A recuperação nutricional iniciou no 21º dia pós-parto. O peso corpóreo dos filhotes foi registrado diariamente e o ganho de peso dos animais foi calculado em percentual através da fórmula: (peso de um dia x 100/ peso do dia 1) -100. Aos 60 dias de idade, os grupos nutrido e desnutrido foram subdivididos em grupos: não-treinado nutrido (NT, n=10), treinado nutrido (T, n=8), não-treinado desnutrido (NT-D, n=8), e treinado desnutrido (T-D=9). O programa de treino físico aeróbio moderado utilizou esteira ergométrica durante 8 semanas, 5 dias/semana, 60 minutos/dia. A seguir ao protocolo de treinamento (24 horas), os animais foram anestesiados via intramuscular utilizando solução de xilazina e cloridrato de ketamina para coleta do nervo ciático. Seguiu-se processamento histológico de rotina para obtenção de cortes semifinos (0,38 &#956;m de espessura) corados com azul de toluidina e montados entre lâmina e lamínula utilizando resina sintética. Os estudos histomorfométricos foram realizados em 6 nervos ciáticos pertencentes a cada grupo experimental. Foram avaliados o perímetro do nervo ciático, o número de fibras nervosas mielinizadas de acordo com o tamanho e a densidade do nervo utilizando os programas Scion Image for Windows e Mesurim pro 06. Para análise estatística considerou-se nível de significância de 5%. A partir do 4º dia de desmame, o ganho de peso corporal (%) dos animais do grupo desnutrido (50,71±2,94) foi maior que o do grupo nutrido (43,54±1,94, p=0,033), embora o peso corpóreo (g) tenha permanecido menor (19,41±0,79) que o nutrido (36,02±1,77, p<0,001). No período de treinamento, o grupo T-D (39,48±4,23) apresentou ganho de peso semelhante ao nutrido (39,02±5,45). Enquanto o grupo NT-D permaneceu ganhando peso rapidamente (56,42±5,8). A análise das variáveis histomorfométricas do nervo ciático não revelou diferença na comparação entre os grupos. A dieta hipoprotéica aplicada durante a gestação e lactação utilizada neste estudo não promoveu alterações na estrutura do nervo ciático de ratos adultos. O protocolo de treinamento físico aeróbio moderado utilizado foi eficiente para reduzir o percentual do ganho de peso nos animais adultos, que receberam dieta hipoprotéica durante a gestação e lactação, a níveis semelhantes ao do grupo nutrido, porém não promoveu alterações na estrutura do nervo ciático dos animais
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8275
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Neuropsiquiatria e Ciência do Comportamento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo4174_1.pdf907.25 kBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.