Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8256
Title: Avaliação histológica da reação tecidual do fio de sutura à base de biopolímero de cana-de-açúcar comparado com o adesivo tecidual etil-cianoacrilato e o mononylon 5-0®: estudo em ratos
Authors: PEREIRA, Anderson Marciano
Keywords: Biocompatibilidade; Cana-de-açúcar; Cicatrização de feridas; Técnicas de sutura
Issue Date: 31-Jan-2009
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Marciano Pereira, Anderson; Bosco Lindoso Couto, Geraldo. Avaliação histológica da reação tecidual do fio de sutura à base de biopolímero de cana-de-açúcar comparado com o adesivo tecidual etil-cianoacrilato e o mononylon 5-0®: estudo em ratos. 2009. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Odontologia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2009.
Abstract: Os fios de sutura são dispositivos utilizados na síntese de feridas cirúrgicas ou traumáticas, onde a interação do fio com os tecidos durante o processo cicatricial, deve apresentar entre outras metas a ausência de efeitos adversos. Objetivo: avaliar, do ponto de vista histológico, o comportamento do biopolímero de cana-de-açúcar sob a forma de fio de sutura comparando-o com o fio de sutura Mononylon 5-0® e o adesivo tecidual etil-cianoacrilato na síntese de tecidos. Metodologia: foram utilizados quarenta e cinco ratos machos da raça rattus novergicus albinus wistar distribuídos aleatoriamente em três grupos, sedados com hidrato de cloral a 10% (0,4ml/100g de peso), por via intraperitoneal. Após incisão linear uniforme, na pele do dorso, atingindo pele, camada celular e tecido subcutâneo e hemostasia, o material de síntese foi aplicado da seguinte forma: no grupo I, o Mononylon® 5-0; no grupo II, o adesivo tecidual etil-cianoacrilato e no grupo III, o fio de sutura à base de biopolímero de cana-de-açúcar. Após sacrifício dos animais no período de 1, 5 e 10 dias de pós-operatório, os segmentos de pele retirados dos espécimes, foram fixados em formol tamponado a 10% e, posteriormente, na área correspondente à ferida cirúrgica, as peças foram seccionadas, transversalmente, em três pontos eqüidistantes incluídas na superfície de corte, de modo a serem visualizados as estruturas da superfície à profundidade. Resultados: nas primeiras 24 horas, a resposta tecidual foi semelhante entre os três grupos. Aos cinco dias, não se observaram diferenças estatísticas entre os grupos quando os elementos histológicos foram avaliados. Aos dez dias os resultados dos três grupos assemelharam-se. Em nenhum momento foi observada diferença significativa entre os materiais utilizados. Conclusão: pode-se afirmar que o biopolímero de cana-de-açúcar apresentou-se como uma alternativa viável na síntese de ferimentos cirúrgicos
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8256
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Odontologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo4059_1.pdf2.99 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.