Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8226
Title: Observação e exploração da percepção visual e do tempo em indivíduos sob o estado ampliado de consciência após o consumo de cogumelos mágicos (Psilocybe cubensis)
Authors: ESCOBAR, José Arturo Costa
Keywords: Estados de consciência; Psilocybe; Percepção visual; Percepção de tempo; Cognição.
Issue Date: 31-Jan-2008
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Arturo Costa Escobar, José; Roazzi, Antonio. Observação e exploração da percepção visual e do tempo em indivíduos sob o estado ampliado de consciência após o consumo de cogumelos mágicos (Psilocybe cubensis). 2008. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Psicologia Cognitiva, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2008.
Abstract: Os cogumelos do gênero Psilocybe são utilizados por culturas tradicionais indígenas há milênios em rituais mágicos devido aos seus efeitos psicoativos e, seu uso ainda perdura entre os descendentes, principalmente na América Central; na América do Sul a utilização tradicional mais recente desses cogumelos data de 300 anos a.C. No Brasil é registrada a ocorrência de diversas espécies desses cogumelos capazes de produzir os compostos secundários psilocina e psilocibina, potentes psicoativos em pequenas quantidades. Embora não haja registros do uso tradicional de cogumelos em nosso país, sua utilização nãoritualística ou recreacional é compartilhada por uma grande teia de usuários de diversas localidades, passando despercebido pelos censos epidemiológicos, sendo a prática de uso da espécie Psilocybe cubensis observada em Recife-Pernambuco. A ingestão de pequenas quantidades desses cogumelos proporciona uma experiência psicodélico-mística, onde diversas funções mentais encontram-se alteradas e emergentes, percepção visual (de olhos abertos), sonora, tato, linguagem, imaginação criativa (percepção visual de olhos fechados), lógica, etc. O presente estudo visou explorar experimentalmente aspectos básicos da percepção visual e a percepção subjetiva de duração do tempo através de tarefas simples e objetivas. Os aspectos gerais da experiência foram acessados através de testes psicométricos em voluntários humanos saudáveis que já haviam ou não feito o uso de substâncias psicodélicas. Vinte e oito pessoas participaram do estudo mediante a aceitação do Termo de Consentimento Livre e Esclarecido. A pesquisa foi conduzida em ambiente não-laboratorial e no formato grupo-pesquisador. A percepção visual motora dos participantes não apresentou diferenças significativas quando comparados o estado comum com o ampliado de consciência e quando comparados com o grupo controle. Entretanto, observou-se um déficit significativo da memória de trabalho visual dos participantes após consumo dos cogumelos. Os participantes, sob o efeito dos cogumelos, apresentaram diferenças significativas da percepção subjetiva do tempo em relação aos pré-testes. O tempo subjetivo se tornara mais lento, dessa forma houve uma tendência ao atraso na contagem correta dos segundos. Os resultados são discutidos em termos qualitativos do funcionamento da cognição perceptiva entre os estados comum e ampliado de consciência e quanto às características psicotomimética e psicodélica da substância
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8226
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Psicologia Cognitiva

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo3880_1.pdf2.86 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.