Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8180
Title: Biologia populacional de Pomacanthus paru (Teleostei: Pomacanthidae) e análise da sustentabilidade de captura do bycatch de peixes ornamentais
Authors: Vieira Feitosa, Caroline
Keywords: Pomacanthus paru; Reprodução; Idade; Crescimento; Bycatch
Issue Date: 31-Jan-2009
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Vieira Feitosa, Caroline; Elisabeth de Araújo, Maria. Biologia populacional de Pomacanthus paru (Teleostei: Pomacanthidae) e análise da sustentabilidade de captura do bycatch de peixes ornamentais. 2009. Tese (Doutorado). Programa de Pós-Graduação em Oceanografia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2009.
Abstract: Pomacanthus paru tem grande importância para o aquarismo brasileiro, além de ser a segunda espécie marinha mais exportada desde 2000. Os objetivos desta pesquisa foram os seguintes: (a) descrever a biologia reprodutiva e determinar a idade e o crescimento de P. paru, (b) analisar a diversidade genética de P. paru e P. arcuatus a partir do DNA mitocondrial, (c) registrar as espécies de peixes ornamentais capturadas como bycatch através da pesca com armadilhas e propor uma metodologia para determinar a sustentabilidade de captura das principais espécies ornamentais marinhas no Brasil. Amostragens semanais foram realizadas durante o período de março 2006 a fevereiro 2007. Os exemplares menores de 15 cm foram comprados de coletores de peixes ornamentais. Os peixes foram medidos, pesados, e as gônadas e os otólitos foram removidos. Amostras de músculo e do fígado foram armazenadas para o estudo genético. A região 16S rDNA foi amplificada e sequências do ADN mitocondrial foram utilizadas para a análise dos haplótipos. Para a proposição da metodologia de sustentabilidade de captura, cada espécie foi avaliada segundo dois grupos de critérios: (1) vulnerabilidade relativa à captura pelas armadilhas; (2) resiliência da população relacionada à mortalidade devido à pressão pesqueira. No total, 236 indivíduos foram analisados, sendo 139 fêmeas, 86 machos e 11 que não tiveram o sexo definido. P. paru é uma espécie gonocorística, que se reproduz ao longo do ano, com as fêmeas apresentando dois picos de desova (Fevereiro-Março/Setembro-Outubro). As fêmeas foram mais abundantes em todos os meses, exceto em outubro. O L50 é atingido aos 30 cm para as fêmeas e 35 cm para os machos. A idade dos indivíduos amostrados de P. paru variou de 1 a 27 anos. P. paru atinge o comprimento máximo lentamente e tem um longo ciclo de vida. Para P. paru seis haplótipos foram encontrados, enquanto em P. arcuatus apenas um, incluindo os espécimes do Caribe. Foram registradas como bycatch, 19 espécies pertencentes a 10 famílias. As espécies cujas capturas foram menos sustentáveis foram Holacanthus tricolor, H. ciliaris, Chaetodon striatus e P. paru. O manejo de P. paru deve incluir medidas baseadas no tamanho de primeira maturação sexual, bem como nos parâmetros de crescimento aqui estabelecidos. Os resultados relacionados à genética representam um primeiro passo para se compreender as estruturas populacionais de espécies tão próximas filogenética e ecologicamente como P. paru e P. arcuatus. A nova metodologia aqui proposta deverá ser uma ferramenta útil e alternativa para o manejo e avaliação da sustentabilidade de captura das espécies oriundas de pescarias multi-específicas, com poucos dados disponíveis e que ocorrem em áreas de alta riqueza, como os recifes
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8180
Appears in Collections:Teses de Doutorado - Oceanografia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo1443_1.pdf3.55 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.