Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8161
Title: Variação espaço-temporal das espécies da família Ariidae (Siluriformes) no Estuário do Rio Goiana (PE / PB Brasil)
Authors: DANTAS, David Valença
Keywords: Ecologia de bagres; Ambientes costeiros; Atlântico Ocidental Tropical; Movimento de peixes; Gradiente de salinidade
Issue Date: 31-Jan-2008
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Valença Dantas, David; Barletta, Mário. Variação espaço-temporal das espécies da família Ariidae (Siluriformes) no Estuário do Rio Goiana (PE / PB Brasil). 2008. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Oceanografia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2008.
Abstract: O objetivo desse estudo foi descrever a variação sazonal das espécies de bagres (biomassa e densidade) no estuário do Rio Goiana (NE/Brasil) em relação as variáveis espaço e tempo. Neste estudo, entre dezembro de 2005 e novembro de 2006, foram realizadas 216 amostragens no canal principal do Rio Goiana, totalizando uma área arrastada de 23 ha. Durante este período foram capturados no total 60518 peixes, pesando aproximadamente 600kg. As espécies pertencentes à Família Ariidae foram as mais abundante em número, 1600 ind.ha-1 (53%) e em peso, 18813 g.ha-1 (63%). A espécie Cathorops spixii foi a mais abundante em número, 1340 ind.ha-1 (44%) e em peso, 14203 g.ha-1 (48%). As variáveis, número de espécies de Ariídeos, densidade (média total) e biomassa (média total) apresentaram diferença significativa entre os fatores áreas do estuário e estação do ano. Além disso, houve interação entre esses dois fatores para as variáveis, densidade total, biomassa total e número de espécies, indicando que as áreas do estuário e as estações do ano influenciam na distribuição de Cathorops spixii, Cathorops agassizi e Sciades herzbergii no estuário do Rio Goiana. As maiores densidades ocorreram na porção intermediária do estuário durante o início da estação chuvosa (7394 ind.ha-1), enquanto que os maiores valores de biomassa ocorreram na porção superior do estuário durante o início da estação chuvosa (70292 g.ha-1). O maior número de espécies de Ariídeos foi encontrado na porção inferior do estuário durante o final da estação chuvosa (Cathorops spixii, Cathorops agassizi, Sciades herzbergii, Sciades proops, Aspistor parkeri e Aspistor luniscustis). Além disso, a densidade de Cathorops spixii apresentou diferença significativa entre as estações do ano e entre as áreas desse estuário, enquanto que a densidade de Cathorops agassizi apresentou diferenças significativas apenas para o fator estações do ano. A variável biomassa apresentou diferenças significativas para as espécies Cathorops spixii, Cathorops agassizi e Sciades herzbergii entre as estações do ano, e de Cathorops spixii e Cathorops agassizi entre as áreas do estuário. Além disso, a densidade e biomassa de Cathorops spixii e Cathorops agassizi apresentaram interação entre os fatores área e estação do ano. A biomassa de Sciades herzbergii apresentou interação apenas para o fator estação do ano. Isso indica que para essas espécies (densidade e biomassa) a variação sazonal influenciou sua distribuição nas diferentes áreas do estuário do Rio Goiana. Este ecossistema apresentou grande importância para a reprodução e recrutamento para as espécies de Ariídeos, que precisam das condições estuarinas para completar todo o seu ciclo de vida
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8161
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Oceanografia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo1346_1.pdf699.57 kBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.