Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8142
Title: Impacto da suplementação com dupla megadose de vitamina A sobre as concentrações de retinol sérico em puérperas durante os primeiros seis meses pós-parto
Authors: Marques Andreto, Luciana
Keywords: Pós-parto; Vitamina A; Suplementação; Retinol sérico
Issue Date: 31-Jan-2011
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Marques Andreto, Luciana; Kruse Grande de Arruda, Ilma. Impacto da suplementação com dupla megadose de vitamina A sobre as concentrações de retinol sérico em puérperas durante os primeiros seis meses pós-parto. 2011. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Nutrição, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2011.
Abstract: O estudo teve como objetivos avaliar o impacto da suplementação oral com dupla megadose de vitamina A (400.000 UI) nas concentrações de retinol sérico de puérperas durante os seis primeiros meses pós-parto bem como descrever a freqüência de deficiência de retinol sérico nas mulheres antes da suplementação de vitamina A. Trata-se de um ensaio clínico randomizado, controlado, triplo-cego, de base hospitalar, com 312 mulheres atendidas no período pós-parto imediato e acompanhadas durante os seis primeiros meses, de dois serviços públicos de saúde na cidade do Recife, região nordeste do Brasil, no período de agosto de 2007 a março de 2009. Todas as mulheres receberam uma cápsula contendo 200.000 UI de vitamina A no pós-parto imediato e no 10º dia foram randomizadas em dois grupos de suplementação: um grupo recebeu uma segunda cápsula de vitamina A (200.000UI) e o outro grupo recebeu o placebo de vitamina A. Além dos dados socioeconômicos, demográficos, antropométricos, clínicos e obstétricos foram coletadas amostras de sangue para as análises das concentrações de retinol sérico, PCR e hemoglobina. A pesquisa foi registrada sob o número NCT00742937. 215 mulheres completaram o estudo (111 no grupo de 400.000 UI de vitamina A e 104 no grupo de 200.000 UI de vitamina A). Não foi observado nenhum evento adverso com a administração das cápsulas de vitamina A. Não houve diferença estatisticamente significante nas concentrações de retinol sérico entre os grupos de suplementação aos 2 meses (2,13 vs 2,03 mmol/L), 4 meses (2,20 vs 2,24 mmol/L) e 6 meses (2,29 vs 2,31 mmol/L). Observou-se um declínio da prevalência de concentrações inadequadas de retinol sérico de 21,1% para 2,35% ao longo dos seis meses após a suplementação. A associação das concentrações de retinol sérico com as variáveis independentes foi testada pela Razão de Prevalência e apenas o número de gestações apresentou associação estatisticamente significante com a deficiência de vitamina A (DVA). Os resultados revelam elevada prevalência concentrações inadequadas de retinol sérico na população estudada, apontando a necessidade de desenvolver ações voltadas para a promoção da educação nutricional além da realização de estudos populacionais para confirmar os fatores de risco que contribuem para o desenvolvimento da DVA. Considerando nenhum efeito adicional observado e que a população estudada tem um nível de deficiência de vitamina A considerada leve,nossos resultados reforçam a manutenção da estratégia de prevenção preconizada pela OMS
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8142
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Nutrição

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo3042_1.pdf1.29 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.