Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8121
Title: Relações entre funcionamento cognitivo e dificuldades em matemática no transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDA/H) em alunos do ensino fundamental
Authors: Vital da Nóbrega, Marisa
Keywords: Transtorno de déficit de atenção e hiperatividade; Neuropsicologia da aprendizagem; Psicologia da educação matemática.
Issue Date: 31-Jan-2009
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Vital da Nóbrega, Marisa; Tarcisio da Rocha Falcão, Jorge. Relações entre funcionamento cognitivo e dificuldades em matemática no transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDA/H) em alunos do ensino fundamental. 2009. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Psicologia Cognitiva, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2009.
Abstract: Alguns estudos têm mostrado que o Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDA/H) apresenta uma relação significativa com o mau desempenho escolar e alguns relacionam esta dificuldade especificamente à matemática. Outros têm mostrado que pessoas com TDA/H apresentam alguns déficits específicos em relação ao seu perfil de funcionamento cognitivo. O presente estudo investigou o perfil de funcionamento neuropsicológico de crianças com TDA/H e procurou estabelecer relações entre estes déficits e a atividade matemática escolar de tais crianças. Esta pesquisa foi de natureza exploratória e partiu do estudo de quatro crianças diagnosticadas com TDA/H, tendo como parâmetro de comparação um grupo de 16 crianças no mesmo nível de escolaridade, mas sem o diagnóstico do transtorno. O funcionamento cognitivo das crianças foi investigado através da aplicação de bateria de testes psicológicos e neuropsicológicos largamente utilizados dentro e fora do Brasil, e pode ser caracterizado pelo comprometimento da atenção concentrada, da flexibilidade cognitiva, da memória operacional, bem como por déficits visuoespaciais. A atividade matemática escolar destas crianças foi avaliada a partir do desempenho das mesmas num instrumento constituído de questões oriundas de diferentes ferramentas de avaliação em âmbito nacional e regional, notadamente os instrumentos SAEB e NAPE, e elaborados com base nos PCNs. Os resultados encontrados nesta investigação permitiram perceber que a maior parte dos erros cometidos pelas crianças com TDA/H está associada aos déficits neuropsicológicos apresentados pelas mesmas, tais como erros cometidos por dificuldades na manutenção do foco atencional e controle inibitório, por dificuldades no armazenamento de informações relevantes para a resolução do problema, como dificuldades na organização visuoespacial. Na análise destes resultados foi possível perceber que as dificuldades cognitivas apresentadas por estas crianças na atividade matemática escolar são de natureza procedural. O conhecimento, por parte do professor de matemática, acerca das alterações cognitivas que acompanham o TDA/H pode tornar-se uma ferramenta importante na proposição de novas sistemáticas de aula e/ou avaliação, permitindo que este professor guie seus alunos com necessidades educativas especiais por outros caminhos, buscando transformar as defasagens em superações
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8121
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Psicologia Cognitiva

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo3843_1.pdf3.4 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.