Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8119
Título: Avaliação do tempo de recontaminação de canais obturados com cones ProTaper utilizando diferentes técnicas
Autor(es): Milet do Amaral Mercês, Anizabele
Palavras-chave: Obturação dos canais radiculares; Infiltração coronária; Condensação lateral; Técnica do cone único; ProTaper; AH Plus®
Data do documento: 31-Jan-2008
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Milet do Amaral Mercês, Anizabele; Menezes Aguiar, Carlos. Avaliação do tempo de recontaminação de canais obturados com cones ProTaper utilizando diferentes técnicas. 2008. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Odontologia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2008.
Resumo: O objetivo deste estudo foi avaliar o tempo de recontaminação de canais radiculares obturados com cones ProTaper Universal® e, expostos ao meio bucal. Metodologia Cinqüenta pré-molares unirradiculares humanos foram preparados usando o sistema rotatório ProTaper Universal , sendo divididos aleatoriamente em seis grupos, quatro experimentais e dois controles. Os grupos experimentais, com dez espécimes cada, foram separados de acordo com o a técnica obturadora e o calibre do cone principal utilizado. Em seguida, a superfície externa dos espécimes foi impermeabilizada, sendo então montados no sistema experimental. A detecção de infiltração foi determinada pela visualização da turbidez do meio e a identificação da espécie bacteriana, que infiltrou o canal radicular, foi realizada pela análise da fisiologia das colônias, coloração de Gram e análises bioquímicas. Os dados obtidos foram analisados com o auxílio do teste de Kaplan-Meier para análise de sobrevivência, sendo aplicado o teste de Longrank para comparar as curvas de sobrevivência e os pareamentos dos grupos. Resultados As infiltrações microbianas ocorreram 22,5% dos espécimes obturados no intervalo entre o 12º e 80º dia. O teste de Long-rank revelou que não houve diferença estatisticamente significativa entre as diferentes técnicas obturadoras e entre os diâmetros dos cones utilizados. Conclusões As técnicas de condensação lateral e de cone único associadas ao cimento AH Plus® não proporcionaram um total vedamento contra a infiltração bacteriana, independentemente do diâmetro do cone utilizado
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8119
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Odontologia

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo4012_1.pdf554,02 kBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.