Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8082
Title: Morfologia Geométrica e Ecomorfologia de Labridae e Pomacentridae do nordeste do Brasil
Authors: Luiz Silva Nunes, Jorge
Keywords: Pomacentridae; Labridae; Ecomorfologia; Convergência
Issue Date: 31-Jan-2008
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Luiz Silva Nunes, Jorge; Elisabeth de Araújo, Maria. Morfologia Geométrica e Ecomorfologia de Labridae e Pomacentridae do nordeste do Brasil. 2008. Tese (Doutorado). Programa de Pós-Graduação em Oceanografia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2008.
Abstract: As famílias Pomacentridae e Labridae são consideradas típicas de ambientes recifais por apresentarem ampla distribuição geográfica global associada a este tipo de ecossistema marinho, onde desempenham inúmeras atividades biológicas e interações ecológicas. No Brasil os pomacentrídeos, também conhecidos por peixes-donzela, compõem uma lista de 12 espécies e quatro gêneros: Abudefduf, Chromis, Microspathodon e Stegastes. Os labrídeos, denominados de budiões, possuem 14 espécies pertencentes a seis gêneros: Bodianus, Clepticus, Doratonotus, Halichoeres, Thalassoma e Xyrichtys. Um total 198 exemplares, divididos entre cinco espécies de pomacentrídeos (A. saxatilis, S. fuscus, S. pictus, S. sanctipauli e S. variabilis) e oito de labrídeos (B. insularis, B. pulchellus, B. rufus, H. brasiliensis, H. bivittatus, H. dimidiatus, H. poey e X. novacula), foram obtidos para a análise de ecomorfologia. Todos os exemplares foram medidos morfometricamente seus valores transformados em atributos ecomorfológicos. Matrizes combinadas entre espécies e atributos com valores individuais e valores médios, para cada família, foram submetidas à Análise de Componentes Principais. Os resultados da análise dos valores individuais apresentaram grande sobreposição para as espécies de labrídeos e de pomacentrídeos. Os padrões ecomorfológicos encontrados para Labridae refletiram suas diferenças nos atributos associados à exploração de recursos alimentares, enquanto para Pomacentridae as diferenças foram mais marcantes pela ocupação das espécies na coluna d água. Para ambas as famílias, os padrões ecomorfológicos ficaram agregados à velocidade e habilidade natatória. As sobreposições encontradas neste estudo podem revelar claramente o aspecto convergente em cada família
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8082
Appears in Collections:Teses de Doutorado - Oceanografia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo1339_1.pdf2.4 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.