Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8068
Title: Avaliação da gordura corporal de alunos de uma universidadepública do Recife-PE
Authors: Lucia Diniz Araujo, Maria
Keywords: Sobrepeso; Obesidade; Gordura corporal; Índice de massa corporal; Bioimpedância elétrica; Somatório das pregas cutâneas; Circunferência da cintura; Relação cintura estatura; Índice de conicidade
Issue Date: 31-Jan-2010
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Lucia Diniz Araujo, Maria; Kruse Grande de Arruda, Ilma. Avaliação da gordura corporal de alunos de uma universidadepública do Recife-PE. 2010. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Nutrição, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2010.
Abstract: Este estudo objetivou analisar as diferentes técnicas de avaliação da gordura corporal em adultos jovens. Foi realizado estudo de delineamento transversal com 348 indivíduos, com mediana de 21 anos. Os participantes foram submetidos à aferição do peso, altura, pregas cutâneas, circunferência da cintura (CC) e percentual de gordura pela bioimpedância elétrica (BIA). Esses dados subsidiaram dois artigos originais que tiveram como objetivos avaliar a correlação da gordura determinada pela BIA (GorBIA) com a gordura obtida através do somatório das pregas cutâneas e parâmetros antropométricos de distribuição central [(CC), índice de conicidade (IC) e relação cintura-estatura(RCE)] e determinar a precisão do índice de massa corporal (IMC) em diagnosticar o excesso de gordura corporal. Os resultados mostraram que houve forte associação entre a GorBIA e o somatório das pregas, assim como com a RCE e a CC. Por outro lado, quanto ao índice de conicidade houve correlação regular para o grupo dos homens e apenas fraca para as mulheres. Observou-se ainda que os valores de IMC de 22Kg/m2 e 23Kg/m2 em mulheres e homens, respectivamente, foram os que apresentaram melhor precisão em diagnosticar níveis de gordura corporal acima da média. Os achados suportam a hipótese de que na ausência da BIA, o somatório das pregas cutâneas pode ser utilizado para avaliar a gordura corporal e devem ser realizadas medidas da CC ou da RCE para avaliar a distribuição da gordura corporal, assim como o IMC não deve ser utilizado como único parâmetro para avaliação da composição corporal
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8068
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Nutrição

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo2975_1.pdf948.64 kBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.