Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8042
Título: Avaliação geoambiental das praias do município de Jaboatão dos Guararapes, região metropolitana do Recife
Autor(es): Silva Torres dos Santos, Uina
Palavras-chave: Praias; Erosão costeira; Morfodinâmica; Sedimentologia
Data do documento: 31-Jan-2008
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Silva Torres dos Santos, Uina; Chaves Guerra, Núbia. Avaliação geoambiental das praias do município de Jaboatão dos Guararapes, região metropolitana do Recife. 2008. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Oceanografia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2008.
Resumo: As praias do Município de Jaboatão dos Guararapes vêm passando por sérios riscos de erosão marinha, devido principalmente, à intensificação descontrolada do uso e ocupação destas áreas. Em função disso, buscou-se fornecer uma avaliação geoambiental das praias de Barra de Jangada, Candeias e Piedade (litoral sul da Região Metropolitana do Recife) através de estudos morfodinâmicos e sedimentológicos, da análise da evolução da linha de costa de três diferentes décadas (70, 80 e 90) comparando-as com o posicionamento atual (2007), além do seu grau de vulnerabilidade. Foram escolhidos cinco locais para a realização, mensal, de nivelamento topográfico dos perfis praiais com coleta de sedimento, e diagnóstico de campo entre Abril de 2006 e Setembro de 2007. O nivelamento demonstrou tendência geral de recuperação das praias com exceção ao período de ressacas extemporâneas e dos perfis 2 (rua Manuel Melenau) e 3 (rua Domingos Sávio), marcados por efetivo processo de erosão, possivelmente pela interferência das obras de engenharia implementadas inadequadamente. Apesar desta constatação, o estado crítico foi assinalado pelo rebaixamento dos perfis em toda a área estudada. Para auxiliar a interpretação foi utilizada a relação qualitativa de Wright & Short (1984) que dividiram os perfis praiais de acordo com a ação hidrodinâmica. Quanto aos atributos texturais observouse que as praias apresentaram um predomínio de areias finas, com boa a moderada seleção e transporte por saltação. A caracterização geoambiental das praias apontou importantes alterações, sendo a mais significativa, a impermeabilização dos cordões litorâneos. Verificou-se pela fotointerpretação marcadas tendências de recuo da linha de costa e que já no início da década de 70, existiam estruturas de proteção contra o ataque de ondas. A construção de obras de engenharia rígidas, associada à de imóveis sobre a póspraia induz ao risco moderado a muito alto pela perda da fonte básica de reposição sedimentar. Os efeitos na zona costeira deste Município ressaltam a importância do monitoramento no sentido não apenas de preservar, mas para minimizar e/ou evitar riscos e desastres; além disso, é imprescindível a implementação da política do uso e ocupação do solo de forma ordenada e auto-sustentável
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8042
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Oceanografia

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo1300_1.pdf8,52 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.