Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8010
Title: Autismo e troca social: contribuições de uma abordagem microgenética
Authors: Christine Chaves da Silva, Emmanuelle
Keywords: Trocas de ações; Autismo; Padrões de organização; Abordagem microgenética
Issue Date: 31-Jan-2010
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Christine Chaves da Silva, Emmanuelle; da Conceição Diniz Pereira de Lyra, Maria. Autismo e troca social: contribuições de uma abordagem microgenética. 2010. Tese (Doutorado). Programa de Pós-Graduação em Psicologia Cognitiva, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2010.
Abstract: O presente estudo investigou as trocas de ações entre crianças com diagnóstico de autismo e suas mães. Tomando como referências teóricas a perspectiva dos sistemas dinâmicos, a perspectiva histórico-relacional e o modelo EEA de comunicação, tivemos como objetivo investigar como ocorreram as trocas de ações de crianças autistas com suas mães buscando discernir possíveis padrões de organização dessas trocas. Neste sentido, elaboramos o seguinte objetivo específico: destacar como ocorreu a dinâmica das ações entre criança e sua mãe que fez emergir diferentes padrões nas trocas entre os referidos parceiros diádicos. Participaram da pesquisa duas crianças, um menino e uma menina, com cinco e nove anos de idade, respectivamente, com diagnóstico de autismo e suas mães. Foram realizadas três sessões videográficas, semanais, das interações das duas díades mãe-criança (Díade 1 e 2), com tempo de duração de, aproximadamente, 15 minutos. Partiu-se então de uma análise microgenética dos registros videográficos para identificar os eventos de trocas de ações e os eventos de desengajamento nas trocas entre mãe e criança. Buscamos então discernir os possíveis padrões de organização das trocas de ações que cada díade exibiu ao longo dos registros. Quatro padrões de organização foram identificados nas duas díades: Apresentação do Objeto, Exploração do Objeto, Troca de Afeto e Face-a-Face. Foram realizados a seguir dois tipos de análise: 1) uma análise quantitativa da freqüência e do tempo de ocorrência de cada padrão de organização e 2) uma microanálise dos referidos padrões buscando destacar a dinâmica da troca de ações que caracterizou cada um deles. Na análise quantitativa, destacou-se o padrão de Exploração do Objeto, na Díade 1, e os de Apresentação do Objeto e Troca de Afeto, na Díade 2, como aqueles para os quais as díades dedicavam uma maior percentagem de tempo. Os resultados da microanálise, destacaram aquele de Exploração do Objeto (Díade 1) e os de Troca de Afeto e Face-a-Face (Díade 2) em relação à possibilidade de desdobramento das trocas de ações entre a criança e sua mãe, à emergência da iniciativa da criança de dar início às trocas de ações e também à possibilidade de introdução de uma novidade, por parte da criança. Foi discutido o potencial que trocas que envolvem a exploração dos objetos podem oferecer para a quebra de padrões estereotipados de crianças com diagnóstico de autismo. E, também, os caminhos que podem ser explorados a partir de trocas mais afetivo-emocionais no sentido de modificar o modo como crianças com diagnóstico de autismo se relacionam com as pessoas. Concluímos que, ao assumir o estudo da relação entre crianças com diagnóstico de autismo e suas mães e ainda conceber as trocas de ações entre elas como um sistema dinâmico foi possível destacar as diferentes trajetórias que tal sistema pode apresentar e que guardam possibilidades de desenvolvimento. Além disso, o discernimento de possíveis padrões de organização, através de uma análise microgenética destas trocas, destacou que, para diferentes díades, as possibilidades de desdobramento das ações entre tais parceiros podem emergir de aspectos qualitativamente diferentes das trocas negociadas entre eles
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/8010
Appears in Collections:Teses de Doutorado - Psicologia Cognitiva

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo1355_1.pdf1.79 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.