Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/7810
Title: Aspectos da virtualização da conversação face a face com atenção especial ao funcionamento das expressões indiciais
Authors: SILVA, Francisco Eduardo Vieira da
Keywords: Chat; Conversação face a face; Ciberespaço; Expressão indicial; Anáfora; Dêixis
Issue Date: 2006
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Eduardo Vieira da Silva, Francisco; Antonio Marcuschi, Luiz. Aspectos da virtualização da conversação face a face com atenção especial ao funcionamento das expressões indiciais. 2006. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Letras, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2006.
Abstract: Este trabalho, situado no paradigma sociointeracionista de linguagem, é fundamentado por algumas teorias baseadas na análise do funcionamento da língua, em especial naquelas que circulam nos domínios da Lingüística Textual. Trata-se de um estudo comparativo entre dois gêneros textuais bastante parecidos, a conversação face a face e a conversação mediada por computador, mas concretizados a partir de diferentes modalidades da língua, a fala e a escrita. Nosso objetivo específico é analisar, nesses dois gêneros, aspectos formais e funcionais daquilo que a literatura entende por expressões indiciais . Também refletimos sobre o que denominamos processo de virtualização da conversação face a face a transposição, para o ciberespaço, dos elementos verbais e não-verbais e das estratégias lingüísticas e interacionais que caracterizam a conversação face a face , bem como sobre os critérios de distinção entre as duas categorias lingüísticas que costumam ser relacionadas às expressões indiciais: os dêiticos discursivos e os anafóricos indiciais. Defendemos o afrouxamento das fronteiras entre essas duas categorias, com base nas seguintes constatações: em todo procedimento dêitico discursivo sempre há uma remissão anafórica; e todo anafórico indicial possui um certo grau de deiticidade. Trabalhamos com um corpus constituído de sessões de interação face a face e no MSN Messenger, cuja análise indica haver algumas especificidades do ciberespaço que dotam os chats de características próprias, repercutindo em sua organização lingüística e discursiva. Nesse sentido, a virtualização da conversação face a face altera o funcionamento e o cenário organizacional das expressões indiciais
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/7810
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Linguística

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo7580_1.pdf1.85 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.