Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/7783
Title: Edições e seduções , Revista Clã : 1946-1957
Authors: FARIAS, Maria Auxiliadora de Almeida
Keywords: Intelectuais;Política;Periódicos;Representação-cultural
Issue Date: 2003
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Auxiliadora de Almeida Farias, Maria; Cortez Silva, Sílvia. Edições e seduções , Revista Clã : 1946-1957. 2003. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em História, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2003.
Abstract: O percurso dos intelectuais no Brasil é caracterizado pela organização de segmentos dominantes que visam alcançar o controle do Estado.Os intelectuais empreenderam uma produção que lhes dava evidência, e para isso, eles se utilizam de jornais e revistas para divulgação de suas idéias.Os periódicos funcionam como o porta-voz de um projeto cultural que tem por base uma conjuntura político-social.A viabilidade desses empreendimentos culturais não descartou as redes de relacões sociais que funcionaram como liame na associação intelectuais - Estado, apesar da ascensão dos intelectuais vir a depender, também, de títulos escolares e culturais. No Ceará esse fenômeno encontrou eco por volta do século XIX e se estendeu até metade do século XX, período em que destacamos um grupo de intelectuais que se reuniu em torno da revista Clã.O grupo e a revista Clã dominaram o espaço literário e cultural da cidade de Fortaleza nos anos quarenta e cinqüenta do século vinte. A representação cultural do grupo veio a garantir-lhes, outrossim, o acesso a cargos e funções, notadamente, as de natureza pública
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/7783
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - História

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo7722_1.pdf738.03 kBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.