Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/7773
Title: O discurso do especialista sobre o lugar dos pais na clínica do autismo
Authors: Cáu Durante, Juliana
Keywords: Autismo;Pais;Discurso
Issue Date: 2007
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Cáu Durante, Juliana; Cristina Hennes Sampaio, Maria. O discurso do especialista sobre o lugar dos pais na clínica do autismo. 2007. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Letras, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2007.
Abstract: O presente trabalho tem por objetivo analisar o discurso do especialista sobre o lugar dos pais na clínica do autismo, enfocando a etiologia e o tratamento. Durante décadas as práticas discursivas construídas sobre o lugar dos pais foram circunscritas e definidas em torno de um debate dicotômico a respeito da própria gênese do autismo, impulsionado pelo psiquiatra Leo Kanner, quando da publicação de seu artigo inicial de 1943, intitulado Distúrbios autísticos de contato afetivo . De um lado, encontra-se a psicogênese, que apoiada pelo discurso da psicanálise, atribui uma causa de origem psíquica ao problema, o que por muito tempo colocou os pais num lugar de responsabilização culpabilizante frente ao sofrimento do filho; de outro lado, a organogênese que, uma vez apoiada pelo discurso médico/biológico, atribui uma causa de origem orgânica ao autismo, isentando os pais de qualquer tipo de responsabilização frente ao sofrimento do filho. Foram aqui analisados os depoimentos de quatorze profissionais que compõem a equipe do CPPL instituição psicanalítica do Recife que há vinte e cinco anos trabalha com questões ligadas ao desenvolvimento de crianças e jovens em sofrimento psíquico, dentre as quais, aquela que convencionou-se denominar de autismo . Apoiados em teorizações do psicanalista Donald Winnicott (1997a) a respeito do equivocado conceito e diagnóstico de autismo , estes profissionais, a partir das práticas clínicas por eles desenvolvidas, passaram a assumir (CAVALCANTI; ROCHA, P.S., 2001) um posicionamento crítico que desconstrói tal conceito diagnóstico, dado os efeitos iatrogênicos que o mesmo ocasiona no tratamento e na própria relação pais-filhos. Assim, investigou-se quais os efeitos de sentido produzidos em suas práticas discursivas, entendidas como formas de ação, a respeito do lugar de responsabilidade posto sobre os pais, ao assumirem tal posicionamento crítico e inovador frente ao diagnóstico de autismo. Os corpora foram descritos, analisados e interpretados à luz dos pressupostos teórico-metodológicos da Filosofia da Linguagem do Círculo de Bakhtin (2003; 2004; entre outros); da Análise do Discurso Francesa (MAINGUENEAU, 2005) e do Método de Análise Lexical, Textual e Discursivo de Camlong (1996). Os resultados sugerem que, tais profissionais dialogam e reafirmam em seus discursos, construções de sentido que remetam ao caráter mutável e adjetivo de estar em sofrimento psíquico, desconstruindo, de modo compartilhado, sentidos que apontem para a fixidez e imutabilidade que o conceito de autismo impõe aos indivíduos assim descritos. Podemos concluir que, uma vez abandonado e desconstruído os pré-conceitos teóricos que falam das impossibilidades que tal categoria identitária impõe a tais indivíduos, abre-se um leque de possibilidades e de novas construções de sentido que permitem que tais sujeitos possam voltar a ser definidos dentro da dimensão subjetivante de seres humanos . Um movimento discursivo de transformação plural, descrito pela presença da memória discursiva de outros , no interior de tais práticas, devolveu aos pais, agora colocados na posição de implicados no sofrimento do filho, a capacidade de cuidar, construindo, assim, novas, múltiplas e heterogêneas formas de redescrição, resituando-os, de um lugar de responsabilidade pela via da culpa, em um lugar de responsabilidade pela via do cuidado
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/7773
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Linguística

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo7468_1.pdf1.81 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.