Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/7744
Title: Gêneros textuais e letramento: uma abordgem sociointeracionista da produção escrita de crianças de 1ª e 2ª série
Authors: Celi Mendes Pereira da Silva, Regina
Keywords: Gêneros textuais;Escrita;Letramento
Issue Date: 2005
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Celi Mendes Pereira da Silva, Regina; Padilha Peixoto Pinto, Abuêndia. Gêneros textuais e letramento: uma abordgem sociointeracionista da produção escrita de crianças de 1ª e 2ª série. 2005. Tese (Doutorado). Programa de Pós-Graduação em Letras, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2005.
Abstract: A diversidade de situações de letramento às quais a criança está sujeita, tanto na escola como fora dela, requer uma metodologia de ensino da escrita que focalize o trabalho com os gêneros textuais. A contribuição de Vygotsky (1984,1987) no que se refere à construção social do conhecimento, bem como os estudos de Bakhtin (1981,1992), Bronckart (1999), Schneuwly (1994, 1996) e Dolz (1996) embasaram a nossa concepção de que os gêneros organizam e regulam as formas de atuação no mundo, que são mediadas pela linguagem. Essa abordagem deu-nos respaldo para avaliar o desempenho de alunos do primeiro ciclo do ensino fundamental, de escola pública e particular, pertencentes a distintas realidades sócio-econômicas, em atividades de produção textual que se apóiam no trabalho com diferentes gêneros escritos. Com base nesse questionamento geral, procuramos investigar: os espaços de atuação social realizados através da modalidade escrita e disponibilizados para a criança em seu meio ambiente cultural; os gêneros escritos que estão mais relacionados a sua rotina de atividade social; e a relação entre o ensino de gêneros textuais e o favorecimento na aprendizagem de aspectos lingüísticos e cognitivos específicos a modalidades escritas previstas para as crianças desse ciclo. A análise dos 84 textos elaborados pelos 12 alunos, associada aos outros instrumentos de coleta de dados, revelou que as crianças compartilham basicamente os mesmos espaços de atuação social que condicionam os usos da escrita em suas vidas. Concluímos também que as dificuldades enfrentadas pelo escritor iniciante, reflexo da complexidade inerente ao ato de escrever, podem ser enfrentadas gradualmente, por meio de práticas interativas de linguagem que possibilitem a circulação das variadas representações cognitivas da atividade social
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/7744
Appears in Collections:Teses de Doutorado - Linguística

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo8446_1.pdf4.79 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.