Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/7741
Title: De 64 à redemocratização: uma representação do governo militar por meio do sistema de transitividade em editoriais pernambucanos
Authors: Ferreira da Silva, Flávia
Keywords: Processos verbais; Editorial; Representação; Gramática sistêmicafuncional; Sistema de transitividade
Issue Date: 2007
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Ferreira da Silva, Flávia; de Barros Pessoa, Marlos. De 64 à redemocratização: uma representação do governo militar por meio do sistema de transitividade em editoriais pernambucanos. 2007. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Letras, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2007.
Abstract: Nesta pesquisa temos como objetivo identificar como o jornal Diario de Pernambuco representou, nos editoriais da época, o Governo Militar de 64 e o período de Redemocratização. Para tanto usamos os fundamentos teóricos da Gramática Sistêmico- Funcional de Halliday. Fundamentamo-nos em Halliday Halliday (1978, 1985, 1994); Halliday & Hasan (1989); Halliday & Matthiessen(2004); Eggins (1994,1997), Bloor e Bloor (1995). O corpus ampliado deste estudo é composto por 138 editoriais, dos quais selecionamos 08 para compor o corpus restrito. Os editoriais selecionados recobrem os seguintes períodos: 02 veiculados em 64; o primeiro, publicado no início do mês de março, portanto, anterior ao Golpe, e o segundo, publicado em abril, imediatamente posterior a esse fato, 02 de 1968, quando do decreto do AI-5, Ato Institucional que implanta a censura e legitima o governo militar e a ditadura no Brasil, mais 02 de 1974, período de manifestações nacionais, marcado por greves e movimentos em prol da redemocratização; finalmente os dois últimos editoriais, veiculados em 1979, período marcado pelo início da Anistia e, conseqüentemente, da abertura gradual, possibilitando a volta de alguns exilados ao Brasil. Conforme observamos, esses editoriais são representativos de momentos considerados como os de maior tensão do governo militar. Adotamos a metodologia da Lingüística de corpus. Com intuito de identificar os processos utilizados pelos editoriais para representar as experiências do mundo externo e interno, segundo perspectiva dos teóricos supracitados, usamos a ferramenta computacional wordSmith Tools (Scott, 1994),a qual nos possibilitou também a lista de freqüência. Dentre os resultados da análise, podemos observar que a) o processo material é o de maior ocorrência nos editoriais analisados; b) o processo existencial é o menos presente. Tal resultado nos possibilita afirmar que a grande ocorrência do processo material propicia ao leitor um conhecimento do mundo físico, deixando em segundo plano o mundo interior dos participantes
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/7741
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Linguística

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo7434_1.pdf2.07 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.