Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/7705
Title: Paraíso Terreal : A Rebelião Sebastianista na Serra do Rodeador.Pernambuco,1820.
Authors: José Gomes Cabral, Flavio
Keywords: Serra do Rodeador; Sebastianismo; Ideologia; Insurreição
Issue Date: 2002
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: José Gomes Cabral, Flavio; Joaquim Maciel de Carvalho, Marcus. Paraíso Terreal : A Rebelião Sebastianista na Serra do Rodeador.Pernambuco,1820.. 2002. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em História, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2002.
Abstract: O trabalho se propõe analisar um movimento de inspiração sebastianista organizado por uma comunidade de homens livres, em sua maioria mulatos, trabalhadores rurais, arrebanhados próximo à Serra do Rodeador, em Bonito, Província de Pernambuco, nos primeiros anos do século XIX. Numa conjuntura marcada por conflitos sociais e políticos na passagem do período colonial para a construção do regime imperial, algumas insatisfações com a ordem são denunciadas pelos habitantes da Cidade do Paraíso Terreal. Nessa comunidade sonhos foram arquitetados na expectativa de que com o retorno de Dom Sebastião uma nova ordem seria instaurada. Entendeu-se que tais pensamentos eram perigosos para a segurança do Estado, uma vez que esses e outros intentos de rebeldia transitavam em várias esferas coloniais às vésperas da Independência. O medo de que ali se disseminava um cisma religioso e sobretudo político induziu a Coroa, em 1820, a amordaçar de forma arbitrária a referida comunidade
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/7705
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - História

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo7631_1.pdf1.71 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.