Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/764
Title: Análise de gravuras rupestres pré-históricas das bacias hidrográficas do Espinharas/Sabugi/Quipauá-Barra Nova no Seridó ocidental-RN
Authors: de Paula Brito, Francisco
Keywords: Pré-História;Gravura Rupestre;Identidade Gráfica;Depressão Sertaneja;Rio Grande do Norte.
Issue Date: 31-Jan-2011
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: de Paula Brito, Francisco; Martin Avila, Gabriela. Análise de gravuras rupestres pré-históricas das bacias hidrográficas do Espinharas/Sabugi/Quipauá-Barra Nova no Seridó ocidental-RN. 2011. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Arqueologia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2011.
Abstract: Estudamos os sítios com gravuras nas bacias dos rios Sabugi, Espinharas e Quipauá/Barra Nova, no Seridó Ocidental, que fazem parte do chamado Seridó paraibano e norte-riograndense. Os sítios encontram-se em suportes rochosos a céu aberto, no leito dos riachos ou nas suas margens. Nenhum deles estava em abrigo sob rocha. Os sítios avaliados encontram-se em franco processo de degradação, com 86% apresentando estado de conservação ruim ou regular. O desmatamento das matas ciliares, assim como a construção de açudes e pequenas barragens, o estabelecimento de cercados para o pastoreio, além de estradas, são fatores que alteraram e continuam alterando o entorno dos sítios e contribuem no seu processo de degradação. Ao analisarmos a área ao redor dos sítios, constatamos que seis deles (42%) ainda apresentam vegetação nativa, enquanto os demais têm seu entorno alterado pela ação antrópica. Em todos eles a raspagem foi a técnica predominante, mas as técnicas de picotagem, polimento ou a combinação de mais de uma delas também foram observadas. Em relação à cenografia, um conjunto de formas recorrentes e um denso preenchimento dos painéis gravados foram encontrados, indicando um possível sistema de comunicação, definido por uma identidade gráfica de gravuras rupestres na área estudada. Em relação a situação de degradação dos sítios, é necessário que políticas de preservação e educação patrimonial sejam estabelecidas com todas as partes envolvidas: proprietários, poderes públicos constituídos e população em geral, com a finalidade de garantir às gerações futuras o conhecimento, a preservação e o reconhecimento desse patrimônio
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/764
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Arqueologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo3371_1.pdf2.09 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.