Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/7622
Título: Tio Sam dançando frevo : a presença estadunidense nos periódicos do Recife (1937 a 1942)
Autor(es): Lins de Andrade, Emanuelle
Palavras-chave: EUA; Estado Novo; Recife; Imprensa; Jornais
Data do documento: 31-Jan-2010
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Lins de Andrade, Emanuelle; Paulo de Morais Rezende, Antonio. Tio Sam dançando frevo : a presença estadunidense nos periódicos do Recife (1937 a 1942). 2010. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em História, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2010.
Resumo: Durante o Estado Novo, a aproximação do governo ora com os Estados Unidos ora com a Alemanha criava espaço para a mídia expor suas antipatias e simpatias em relação aos dois maiores parceiros econômicos do Brasil. Em 1942, contudo, esse cenário é modificado. O alinhamento do Brasil para com os EUA e o rompimento das relações com o eixo impôs uma unicidade na maneira como os norte-americanos deveriam ser retratados: como amigos e aliados. Três dos mais importantes jornais do Recife, durante a administração Vargas, o jornal Diário de Pernambuco, o Jornal do Commercio, e a Folha da Manhã, retrataram a partir de 1942 os Estados Unidos de maneira positiva, porém alguns dentre esses jornais apresentaram um posicionamento diverso nos anos anteriores. O objetivo desse trabalho é a compreensão dos diferentes modos como os EUA foram representados pelos jornais do Recife e os interesses que cercavam os grupos responsáveis por suas linhas editoriais
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/7622
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - História

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo688_1.pdf3,19 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.