Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/7616
Title: Jornalismo e ironia: produção de sentido em jornais impressos no Brasil
Authors: SEIXAS, Netília Silva dos Anjos
Keywords: Jornalismo; Ironia; Enunciação
Issue Date: 2006
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Silva dos Anjos Seixas, Netília; Antonio Marcuschi, Luiz. Jornalismo e ironia: produção de sentido em jornais impressos no Brasil. 2006. Tese (Doutorado). Programa de Pós-Graduação em Letras, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2006.
Abstract: Este estudo se propôs a observar como a ironia se configura nos jornais impressos brasileiros, assim como a apontar pistas de seu uso por jornalistas no desempenho profissional, considerando a importância dos meios noticiosos na sociedade contemporânea como produtores/proponentes de sentido e a insistente afirmação de objetividade do discurso jornalístico, embora essa seja uma questão antiga e já superada no meio acadêmico. O estudo tentou identificar o que é motivo de ironia para a enunciação jornalística impressa, de que maneira ela é constituída e proposta, além de discutir qual o principal papel que desempenha e se há relações de sua ocorrência com os gêneros e modalidades jornalísticas. A análise incluiu jornais de cada região do país, complementada por contribuições de alguns jornalistas atuantes no jornal O Liberal, de Belém (PA). Integraram o corpus de análise os jornais Folha de S. Paulo (SP), O Globo (RJ), Zero Hora (RS), Jornal do Commercio (PE) e O Liberal (PA), publicados no mês de novembro de 2002, dos quais foram lidas 10 edições de cada um, totalizando 50 exemplares. A parte complementar envolveu a aplicação de formulário a trinta e dois jornalistas de O Liberal. A análise e a apresentação dos dados obedeceram a um ordenamento estatístico, conjugadas a uma análise enunciativo-discursiva. Do ponto de vista teórico, o levantamento das concepções de ironia abordou desde os filósofos gregos até a atualidade, incluindo as filosofias socrática e romântica, as abordagens de base retórica, cognitivista, pragmática, enunciativa e discursiva. Para discutir a diversidade de propostas de ironia no meio impresso, o estudo recorreu a uma perspectiva discursiva, com auxílio das contribuições pragmáticas e enunciativas, sendo a ironia entendida principalmente mas não só - como um efeito de sentido crítico e derrisório. A pesquisa confirmou as hipóteses de que a ironia é constantemente proposta em diversos gêneros do meio impresso, tanto do chamado jornalismo opinativo quanto do informativo, e que desempenha uma função crítica, não estando a serviço do riso, como preconizam alguns estudos clássicos sobre o assunto, mesmo quando faz rir. No jornalismo impresso, a ironia aparece em assuntos diversos e sob variadas formas, de maneira próxima a usos cotidianos, até onde a linguagem e a criatividade humanas são capazes de chegar
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/7616
Appears in Collections:Teses de Doutorado - Linguística

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo7809_1.pdf13.82 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.