Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/7559
Título: Travessia por terceira margens de um rio: natureza e cultura no rio Jaguaribe-CE
Autor(es): Sindhu de Paula, karuna
Palavras-chave: Rio Jaguaribe (CE); Natureza; Cultura; Técnica; Imaginário; Memória.
Data do documento: 31-Jan-2011
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Sindhu de Paula, karuna; Paulo de Morais Rezende, Antonio. Travessia por terceira margens de um rio: natureza e cultura no rio Jaguaribe-CE. 2011. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em História, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2011.
Resumo: Este trabalho de dissertação tem como objeto de análises as relações engendradas e vivenciadas no/com o rio Jaguaribe. Este rio está localizado no Ceará, e constitui o mais significativo regime fluvial do Estado, formando, juntamente com os seus dois principais afluentes (rio Salgado e o rio Banabuiú), uma grande bacia hidrográfica denominada de Bacia do Jaguaribe. A dissertação é pautada pelo entendimento de que uma paisagem natural possui temporalidades, e que, muito mais que de correntezas aquíferas, o Jaguaribe abriga em seu leito uma complexidade de sentidos e significações: disputas políticas, intervenções científicas e seu papel proeminente no processo de ocupação das terras do sertão cearense. Aborda, em três capítulos, três momentos da história do Rio, entrelaçando análises dos referenciais teóricos e de variada gama de fontes, três pontos que, ao se pensar numa história do rio Jaguaribe, não poderiam ser desconsiderados. No primeiro capítulo, é estudada a apreensão do conhecimento do espaço do rio, no século XIX, pelo saber dos naturalistas. No segundo, as intervenções técnico-científicas dos engenheiros do DNOCS, a política intervencionista no Rio através da construção do açude Orós e a enchente mitificada como dilúvio do Orós , em 1960. No terceiro capítulo, a cultura e o imaginário associados ao rio e à sua natureza são analisados, compondo um estudo que comunica o cotidiano daqueles que vivem às margens do Jaguaribe, perpassando pelo crível, e encontrando o incrível. A pesquisa das racionalidades, irracionalidades e dos sentimentos que permeiam a relação entre os homens e a natureza: é esta a dimensão da correlação cultura/natureza priorizada nesta dissertação
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/7559
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - História

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo6571_1.pdf3,23 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.