Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/7530
Título: A autoria no gênero discursivo aula: uma abordagem enunciativa
Autor(es): FRANCELINO, Pedro Farias
Palavras-chave: Linguagem; Enunciação; Discurso; Autoria; Gênero discursivo Aula.
Data do documento: 2007
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Farias Francelino, Pedro; de Arruda Carneiro da Cunha, Dóris. A autoria no gênero discursivo aula: uma abordagem enunciativa. 2007. Tese (Doutorado). Programa de Pós-Graduação em Letras, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2007.
Resumo: Um dos postulados de base do pensamento bakhtiniano é o de que a linguagem é uma atividade essencialmente social e heterogênea. Nesse sentido, o sujeito que aí se constitui define-se pela alteridade, numa relação intersubjetiva mediada pela pluralidade de pontos de vista caracterizadores dos lugares sociais ocupados por esses sujeitos na esfera social. Inserindo-se numa perspectiva enunciativodiscursiva da linguagem, este estudo pretende investigar a constituição do sujeito autor a partir do uso que faz do discurso de outrem, analisado sob a forma dos mais variados esquemas sintático-semânticos de sua recepção/transmissão, e dos usos de enunciados metaenunciativos, em uma situação enunciativa específica, como a do gênero discursivo aula. Objetiva, ainda, observar o processo de construção do discurso do professor no desenvolvimento do evento enunciativo aula, procurando traçar o percurso dialógico da produção de sentidos, traduzido em uma seqüência de sobreposição de vozes que, articuladas sob as mais variadas formas, constituem o autor e seu discurso. O corpus consta de quatro inquéritos (aulas) extraídos do volume 2 (Elocuções Formais) do Projeto de Estudo da Norma Lingüística Urbana Culta do Recife NURC/RE. A escolha desses inquéritos deu-se a partir da consideração do número significativo de ocorrências de enunciados metaenunciativos e de outros discursos que se apresentaram no processo de construção de tais aulas, cuja observação ocorreu na fase de descrição dos dados da pesquisa. Com essa amostra, analisamos os processos de constituição/representação do sujeito no discurso mediante sua inserção na grande rede dialógica que compreende o seu discurso e o discurso de outrem. A perspectiva teórica adotada é a que se pauta pelos trabalhos advindos das Teorias da Enunciação de Bakhtin (1983, 2000), Bakhtin/Volochinov (1999), Volochinov (1976), Authier-Revuz (1990, 1998 e 2004) e dos postulados das Teorias do Discurso de vertente francesa, representados aqui pelos trabalhos de Brait (1997, 2001, 2005, 2006), Cunha (1992), Possenti (1995, 2001, 2002, 2003), Faraco (2001, 2002) e outros. As análises têm evidenciado que a autoria, compreendida como um fenômeno de natureza lingüística, enunciativa e discursiva, estabelece-se no gênero em análise de forma bastante acentuada e que são as relações concordantes e discordantes, estabelecidas entre o discurso do professor e os demais discursos com os quais ele mantém interação que efetivam o processo de constituição de uma subjetividade no discurso a qual denominamos de autor
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/7530
Aparece na(s) coleção(ções):Teses de Doutorado - Linguística

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo7474_1.pdf8,34 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.