Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/7489
Title: Validade do Swab da ferida e da punção por agulha no diagnóstico microbiológico bacteriano em pacientes portadores de osteomielite crônica : um estudo prospectivo
Authors: LIMA, Paulo Rogerio Gomes de
Keywords: Sensibilidade; Osteomielite crônica; Especificidade e teste diagnóstico
Issue Date: 2007
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Rogerio Gomes de Lima, Paulo; Arraes de Alencar Ximenes, Ricardo. Validade do Swab da ferida e da punção por agulha no diagnóstico microbiológico bacteriano em pacientes portadores de osteomielite crônica : um estudo prospectivo. 2007. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Medicina Tropical, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2007.
Abstract: A osteomielite crônica (OC) é uma das maiores causas de morbidade atualmente em todo o mundo, pois está associada a traumas violentos e a modernos tratamentos cirúrgicos, com custos elevados para a sociedade e para os pacientes. Um diagnóstico microbiológico preciso é essencial para a condução e sucesso no tratamento da OC. O objetivo deste estudo é avaliar a validade da cultura bacteriana do material obtido do swab da ferida e da cultura do material obtido pela punção aspirativa do foco da OC, para o diagnóstico etiológico da osteomielite. Foi realizado um estudo de validação partindo da fase III, tendo como padrão-ouro a cultura do material obtido pela biópsia óssea de forma cega e independente. Os dados foram coletados de um centro de referência de Traumatologia e ortopedia (Recife, PE Brasil) no ano de 2005. Os dados foram armazenados e analisados nos softwares: Epiinfo 3.3.2 e SPSS 13 for Windows e o Graphpad inStat 3.05. Foram calculadas a sensibilidade, especificidade, valor preditivo positivo e negativo, razão de verossimilhança positiva e negativa e a probabilidade pós-teste, e foi criado o nomograma das probabilidades. Uma amostra não-probabilística de 96 indivíduos foi analisada: na cultura do swab da ferida tivemos uma sensibilidade de 68,4% (95% IC 57,0 77,0%), uma especificidade de 63,6% (95% IC 30,8 89,0%), os valores preditivo positivo e negativo foram 93,55% (95% IC 84,3 98,2%) e 20% (95% IC 8,7 37,8%), razões de verossimilhança de 1,87(LR+) e 0.5(LR-). Na cultura do material obtido pela punção aspirativa tivemos uma sensibilidade de 60% (95% IC 48,4 70,7%) e uma especificidade de 80% (95% IC 44,4 97,4%), os valores preditivos positivo e negativo foram 96% (95% IC 86,2 99,5%) e 20% (95% IC 9,0 35,6%) respectivamente. As razões de verossimilhança foram 3,0 (LR+) e 0,5 (LR- ). Com base nestes resultados, o autor sugere que a cultura do swab da ferida não é válida e não deve ser usada para o diagnóstico etiológico da OC, a salvo quando a bactéria infectante é o Staphilococcus aureus. Sugere também que a punção aspirativa é um teste diagnóstico válido para o diagnóstico etiológico da OC, e que pode ser usado, no entanto com dificuldades técnicas operacionais de realização
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/7489
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Medicina Tropical

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo8117_1.pdf4.84 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.