Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/748
Title: Etnomatemática dos Taliáseri: medidores de tempo e sistema de numeração
Authors: Oliveira, Adão
Keywords: Etnociência;Temporal e Numérico;Mensuração Indígena;Clã Mali Makaliapi;Taliáseri;Etnomatemática
Issue Date: 2007
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Oliveira, Adão; Monteiro Athias, Renato. Etnomatemática dos Taliáseri: medidores de tempo e sistema de numeração. 2007. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Antropologia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2007.
Abstract: Esta dissertação situa-se na área de Etnologia Indígena, especificamente em Etnociência e tem como tema Etnomatemática dos Taliáseri: medidas de tempo e sistema numérico. É resultante de uma pesquisa etnográfica entre os Taliáseri, preponderantemente do clã Mali Makaliapi, que habitam na região do Médio Rio Uaupés, afluente do Rio Negro, na área indígena do Alto Rio Negro, conhecida na literatura antropológica como Noroeste amazônico. O trabalho justifica-se pela pouca quantidade de escritos sobre os Taliáseri e que pode servir como documento do grupo pesquisado, com conseqüente ampliação de estudos das sociedades indígenas no Brasil; e pela possível contribuição à expansão dos conhecimentos etnomatemáticos dos povos indígenas. A intenção é a de estudar e compreender os Taliáseri através de suas manifestações de saberes matemáticos que podem vir à tona através deste tipo de abordagem. O foco recai na mensuração da passagem do tempo que serve para organizar as atividades econômicas como agricultura e pesca; além do sistema numérico utilizado especificamente na medição do tempo e nas atividades de subsistência. Este trabalho baseia-se no pressuposto de que cada povo, inclusive os indígenas, possui sistema próprio de perceber, organizar e classificar sua realidade ambiental e cultural, em sendo assim, vem adotando ao longo de séculos sistemas de produção, estabelecendo sistemas sociais, criando sistemas de medidas do tempo e espaços específicos ao contexto vivido. Em outras palavras, eles criam os seus próprios conhecimentos aos quais chamamos de etnoconhecimentos ou etnociências. Diante disto, a dissertação foi dividida em três partes. Na primeira parte são conceituados alguns termos utilizados no trabalho seqüenciado pela contextualização histórica e geográfica dos Taliáseri. Em seguida a meta é evidenciar as unidades utilizadas pelos Taliáseri para medir a passagem de tempo e como organizam as atividades de agricultura e pesca. Por último é apresentada uma análise do sistema numérico utilizado pelos Taliáseri. A pesquisa realizada possibilitou explorar os saberes matemáticos dos Taliáseri e evidenciou que eles possuem suas próprias maneiras de mensurar o tempo para organizar suas atividades cotidianas, com destaque na agricultura como preparo, plantio e coleta nas roças; e na pesca como técnicas utilizadas para capturar peixe em diferentes épocas do rio
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/748
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Antropologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo4328_1.pdf2.55 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.