Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/7451
Title: Prevalência e fatores de risco da co-infecção HCV/HIV nos pacientes atendidos no serviço de doenças infecciosas e parasitárias do Hospital-Escola Dr. Hélvio Auto - Maceió - (AL)
Authors: Oliveira dos Santos, Erlon
Keywords: Hepatite C; HIV; Prevalência; Fatores de risco
Issue Date: 2006
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Oliveira dos Santos, Erlon; Rosângela Cunha Duarte Coêlho, Maria. Prevalência e fatores de risco da co-infecção HCV/HIV nos pacientes atendidos no serviço de doenças infecciosas e parasitárias do Hospital-Escola Dr. Hélvio Auto - Maceió - (AL). 2006. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Medicina Tropical, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2006.
Abstract: A hepatite C constitui um importante problema de saúde pública no Brasil e no Mundo, afetando cerca de 170 milhões de pessoas. O vírus da hepatite C (HCV) é comum em indivíduos infectados pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV), o que pode ser justificado pelas semelhantes vias de transmissão entre ambos os vírus, notadamente a via parenteral. O objetivo deste estudo foi estimar a prevalência e os fatores de risco da co-infecção HCV/HIV, nos pacientes atendidos no Serviço de Doenças Infecciosas e Parasitárias do Hospital-escola Dr. Hélvio Auto HEHA em Maceió-Al. Os dados foram coletados entre maio e novembro de 2005, através da aplicação de questionário, o qual constava de dados comportamentais e sócio-demográficos. Em seguida foram colhidas amostras de sangue (10mL) para a execução do ELISA e da Reação em Cadeia da Polimerase (PCR). A análise estatística foi realizada através da análise univariada e da regressão logística multivariada, utilizando os programas Epiinfo 6.0 e o programa SPSS PC versão 8.0. Participaram do estudo 299 pacientes, sabidamente positivos para o HIV, de ambos os sexos, com idade variando entre 19 e 70 anos, dos quais 10 (3,3%) foram positivos para o HCV, destes 20% (2/10) eram do sexo feminino e 80% (8/10) do sexo masculino. A faixa etária mais acometida foi em menores de 40 anos. Os fatores de risco que apresentaram associação estatisticamente significante com a positividade para o HCV, foram: antecedente de hepatite e/ou icterícia e uso de tatuagem/piercing. A prevalência da co-infecção HCV/HIV encontrada neste trabalho foi baixa (3,3%). Os indivíduos HIV positivos, com história de antecedente de hepatite/icterícia e que faziam uso de tatuagem/piercing apresentaram maior risco de serem infectados pelo HCV
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/7451
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Medicina Tropical

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo8107_1.pdf1.49 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.