Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/7444
Título: A transição do pleistoceno ao holoceno no Parque Nacional Serra da Capivara - Piauí - Brasil : uma contribuição ao estudo sobre a antiguidade da presença humana no sudeste do Piau
Autor(es): Pinheiro de Melo, Patrícia
Palavras-chave: Meio-ambiente;Pré-História;Arqueologia;Pleistoceno;Holoceno;Transição;Povos indígenas
Data do documento: 2004
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Pinheiro de Melo, Patrícia; Martin Avila, Gabriela. A transição do pleistoceno ao holoceno no Parque Nacional Serra da Capivara - Piauí - Brasil : uma contribuição ao estudo sobre a antiguidade da presença humana no sudeste do Piau. 2004. Tese (Doutorado). Programa de Pós-Graduação em História, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2004.
Resumo: Circunscrito à área arqueológica do Parque Nacional Serra da Capivara, no sudeste do Piauí onde se concentra o maior número de sítios arqueológicos com pinturas rupestres da América este trabalho se insere no contexto de uma pesquisa mais ampla, iniciada há 30 anos, sob a diretriz do projeto mestre intitulado O Povoamento do Sudeste do Piauí: a interação homem-meio, da préhistória aos dias atuais. O problema da transição do Pleistoceno para o Holoceno é tratado a partir da análise crono-estratigráfica e cultural de três sítios arqueológicos, no contexto paleo-geográfico do Parque Nacional Serra da Capivara. O Sítio do Meio, considerado modelo da transição cultural, é objeto de uma monografia que constitui uma parte importante e necessária deste trabalho, pois o sítio não havia sido estudado em seu conjunto. A descrição das escavações, a classificação e análise dos vestígios e o estudo da estratigrafia do Sítio do Meio foram realizados, tendo em vista a obtenção de dados que possibilitassem a sua analogia com mais dois outros sítios arqueológicos locais. Os resultados desse estudo, sobre o Sítio do Meio, são comparados aos resultados dos trabalhos realizados, até o momento, sobre a Toca do Boqueirão do Sítio da Pedra Furada e a Toca do Baixão do Perna I, sítios já escavados e com cronologia estabelecida. Os principais parâmetros utilizados nesta análise correspondem a crono-estratigrafia, às pinturas e à topografia dos abrigos. Neste trabalho, que se coloca como ponto de partida para outras pesquisas pontuais, tentamos esclarecer os problemas relativos à conservação dos vestígios das ocupações pleistocênicas e levantar hipóteses sobre o processo de transição cultural que acompanhou a transição climática e paleo-geográfica na região
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/7444
Aparece na(s) coleção(ções):Teses de Doutorado - História

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo7767_1.pdf21,29 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.