Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/7409
Title: Tempo e conhecimento : dialética da duração e fundamentos da narrativa para uma História de tempo recente/ presente (1968-2002) da Educação Superior Brasileira
Authors: NADER, Alexandre Antônio Gíli
Keywords: História do Brasil; História da Educação-Brasil; Educação Superior-Brasil; Fundamentos da História-Epistemologia-Teoria-Metodologia
Issue Date: 2004
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Antônio Gíli Nader, Alexandre; Maria Godoy Silveira, Rosa. Tempo e conhecimento : dialética da duração e fundamentos da narrativa para uma História de tempo recente/ presente (1968-2002) da Educação Superior Brasileira. 2004. Tese (Doutorado). Programa de Pós-Graduação em História, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2004.
Abstract: Partindo da proposição de correspondências um para um entre os elementos da tríade da temporalidade braudeliana- estrutura, conjuntura e acontecimento- e os constituintes do terno da fundamentação da escrita histórica- epistemologia, teoria e metodologia, nessa ordem-, proposição essa que tem como fator deflagrador uma releitura do conceito de mentalidade, este trabalho apresenta uma perspectiva de abordagem para a produção de uma narrativa sobre a Educação Superior Brasileira entre 1968 e 2002. O procedimento aqui adotado, alicerçado nas correspondências citadas, faz com que, em cada um dos três casos, para a formulação da dimensão nuclear de fundamentação, essa fosse precedida pela leitura da duração temporal correspondente. Assim, após uma caracterização da Civilização Ocidental Moderna como estrutura, que tem como ponto de partida o novo papel de instrumento de intervenção assumido pelo conhecimento e que incorpora, articulando-as entre si e com essa nova visão do conhecimento, as percepções modernas da institucionalidade, da política e da economia, são apresentados os eixos de substrato epistemológico, a saber: a historicidade do conhecimento, a singularidade dessa historicidade, a não neutralidade do conhecimento e a nova posição hierárquica mais destacada assumida pelo ato educativo, nos tempos modernos. Do mesmo modo, a conjuntura contemporânea é lida como interna, problemática e atualizadora da estrutura moderna, por intermédio das configurações atuais tanto dos eixos epistemológicos quanto dos elementos utilizados para configurar a estrutura. Nesse âmbito, destaca-se a dimensão, antes ocultada e agora explícita, de mercadoria, incorporada pelo conhecimento na modernidade. Nessa perspectiva, são apontados os elementos do suporte teórico: totalidade/ complexidade, classes sociais, conhecimento histórico e intervenção social e concepção de tempo e seus desdobramentos. Nessa mesma linha, tendo em vista a temática focalizada, são elencados acontecimentos considerados significativos, a partir de um critério que exige o vínculo desses acontecimentos com alguma forma de demanda social sobre a Educação Superior e/ ou com uma possibilidade de sub-periodizar o intervalo 1968-2002. Na seqüência, são apresentadas as duas vertentes do aparato metodológico: a construção do fato a partir do acontecimento e a produção da narrativa a partir dos fatos. Por fim, constituindo um anexo, encontra-se um debate sobre mentalidade, ideologia e as relações entre elas, tomando, para tanto, o tempo como mediador de fundo entre essas categorias
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/7409
Appears in Collections:Teses de Doutorado - História

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo7741_1.pdf2.57 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.