Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/7352
Título: As mulheres na escrita dos homens: representações de corpo e gênero na imprensa do Recife nos anos vinte.
Autor(es): Conceição Silva Barros, Natália
Palavras-chave: Imprensa; Gênero; Representação
Data do documento: 2007
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Conceição Silva Barros, Natália; Paulo de Morais Rezende, Antonio. As mulheres na escrita dos homens: representações de corpo e gênero na imprensa do Recife nos anos vinte.. 2007. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em História, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2007.
Resumo: Como as revistas e jornais dos anos 1920, no Recife, realizaram a construção de um mundo feminino e de um mundo masculino considerados como naturais aos olhos dos contemporâneos e mesmo dos historiadores e historiadoras? Esta é a questão norteadora desta pesquisa. Os embates empreendidos na definição dos gêneros, o papel fundamental da imprensa, do cinema e da publicidade na construção de representações sociais de homens e mulheres são analisados nesta dissertação. Trabalhamos com os discursos divulgados pela imprensa, mas, também com descrições da vida urbana trazidas por memorialistas e cronistas que nos falam de muitas práticas cotidianas. A imprensa nesse período tem uma grande relevância na organização da cidade, apontando espaços para cada um dos gêneros e nomeando-os segundo o comportamento desempenhado por homens e mulheres. Controlará imagens e discurso e até desejos e ações. Tendo isto em vista, perseguimos as práticas femininas e masculinas que mobilizaram a imprensa do período. Também investigamos a cultura corporal exigida de cada gênero no Recife e os horizontes morais e sociais prescritos. A proposta então deste estudo foi contribuir para uma história das práticas de nomeação, problematizando a imprensa como uma prática cultural geradora de uma multiplicidade de representações, de nomeações e percepções do mundo e também provocadora de ações nos sujeitos envolvidos. Pois entendemos que nomear os sujeitos e o mundo é, sobretudo, instituir hierarquias e delimitações sociais
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/7352
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - História

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo3354_1.pdf1,94 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.