Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/734
Título: Identificação arqueológica de um naufrágio localizado no lamarão externo do porto do Recife PE. , Brasil
Autor(es): Selestino Rios e Souza, Carlos
Palavras-chave: Arqueologia Subaquática;Naufrágio;Porto do Recife
Data do documento: 2007
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Selestino Rios e Souza, Carlos; Martin Avila, Gabriela. Identificação arqueológica de um naufrágio localizado no lamarão externo do porto do Recife PE. , Brasil. 2007. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Arqueologia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2007.
Resumo: O presente trabalho trata da identificação e da causa de um naufrágio localizado próximo ao canal sul de acesso ao porto do Recife, PE, numa profundidade de 12m, cujas águas ficam turvas na quase totalidade de dias do ano. Foram efetuados levantamentos subaquáticos preliminares do sítio arqueológico, tiradas fotografias e produzido um filme, num dia em que a visibilidade estava excepcional, além de coleta de vestígios de superfície, com o propósito de classificar o espaço temporal do naufrágio. As análises do material coletado, do filme e das fotos permitiram concluir que o naufrágio havia ocorrido entre 1750 e 1850. De posse desses dados primários, foi iniciada uma pesquisa bibliográfica, com o intuito de levantar o montante de naufrágios ocorrido no então porto de Pernambuco e nas suas proximidades. Chegou-se a um universo de 15 embarcações naufragadas, das mais variadas nacionalidades, empregos e tamanhos. Depois de um aprofundamento da história de cada um dos naufrágios, restaram apenas três com possibilidade de ser o objeto de pesquisa. Em paralelo, pesquisou-se a história do porto do Recife, o tipo das embarcações que por ele adentravam, quais as técnicas construtivas empregadas na sua construção, as madeiras utilizadas, as mercadorias que transportavam, enfim, tudo o que se pudesse relacionar para adicionar dados visando responder aos problemas da presente dissertação.Para contextualizar melhor o trabalho, foram efetuadas pesquisas sobre as causas dos naufrágios; a topografia do fundo marinho adjacente ao porto; as correntes e ventos predominantes ao longo do ano; o tipo de sedimento que ocorre na área do sítio arqueológico; sobre como o fauling se instala e modifica um naufrágio e por que o porto do Recife era tão procurado desde o tempo do descobrimento e continuou a sê-lo até os nossos dias. Para a consecução dos trabalhos subaquáticos, formou-se uma equipe de mestrandos-mergulhadores que cumpriram todas as etapas de qualificação em mergulho e desenvolveram a contento a missão a eles confiada. O trabalho de campo consistiu em levantamento e confecção de uma carta batimétrica da área, coleta pontual de sedimentos, coleta de vestígios pela técnica de varredura semicircular, além de medições perpendiculares e de linhas dimensionais, desenhos subaquáticos do sítio arqueológico em pranchetas de PVC e prospecção de duas quadrículas. Conclui-se, ao término das pesquisas que, a causa do naufrágio foi um incêndio a bordo; entretanto, não se obteve elementos capazes de apontar com convicção o nome da embarcação
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/734
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Arqueologia

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo2377_1.pdf8,33 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.