Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/7295
Title: Balanço social como instrumento para avaliação das ações sociais de Instituições públicas : uma proposta à Fundação Joaquim Nabuco
Authors: LIRA, Zarah Barbosa
Keywords: Relatório de Gestão;Balanço Social;Responsabilidade Social
Issue Date: 31-Jan-2009
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Barbosa Lira, Zarah; Cravo Teixeira Lagioia, Umbelina. Balanço social como instrumento para avaliação das ações sociais de Instituições públicas : uma proposta à Fundação Joaquim Nabuco. 2009. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Gestão e Pública p/ o Desenvolvimento do Nordeste, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2009.
Abstract: A presente pesquisa objetivou verificar até que ponto a adoção do Balanço Social - BS, no modelo do Ibase, pode auxiliar o processo de avaliação de desempenho institucional na área social da Fundaj, por intermédio de uma melhor qualidade das informações divulgadas aos seus stakeholders internos. Optando por desenvolver estudo de caso, a pesquisa realizada pode ser classificada como quantitativa, e o método adotado foi o dedutivo. A coleta dos dados se deu mediante aplicação de questionário estruturado, enviado por e-mail a todos os servidores da Fundaj, em dois momentos distintos: no primeiro, os servidores foram solicitados a ler o Relatório de Gestão- RG e a responder o questionário com perguntas que buscaram avaliar o grau de percepção dos servidores quanto à evidenciação das ações sociais desenvolvidas pela Fundaj, descritas no referido Relatório. No segundo momento, foi elaborado o BS, no modelo Ibase. Esse Balanço Social e um segundo questionário foram enviados aos servidores que participaram da primeira fase da pesquisa, solicitando-lhes que respondessem com base nas informações contidas no BS. Os dados dos questionários referentes ao Relatório de Gestão e ao Balanço Social foram a princípio analisados separadamente e, posteriormente, de forma conjunta, por meio de estudo comparativo entre os dois instrumentos. Tendo em vista a natureza dos dados coletados, utilizamos as estatísticas descritivas e não paramétricas para proceder a análise. No que concerne aos métodos não paramétricos, aplicamos os testes estatísticos U de Mann-Whitney, tabulação cruzada (crosstab) e qui-quadrado (chi-square). Com a pesquisa realizada e diante da comparação das respostas obtidas nos dois questionários percebemos que houve por parte dos stakeholders internos melhora de percepção da qualidade das informações referentes às ações sociais desenvolvidas pela Fundaj. Outro dado importante verificado na pesquisa refere-se ao fato de que 100% dos respondentes afirmaram que a instituição deve adotar o Balanço Social como mais um instrumento de prestação de contas à sociedade. Em síntese, consideramos que, caso seja elaborado de forma adequada e vindo a ser introduzido indicadores apropriados à instituição, o Balanço Social poderá permitir aos seus usuários internos conhecerem melhor as ações sociais da Instituição
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/7295
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Gestão Pública para o Desenvolvimento do Nordeste

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo3806_1.pdf1.21 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.