Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/7289
Title: Façamos a família à nossa imagem :A Construção de conceitos de família no Recife moderno.(décadas de 20 e 30).
Authors: OLIVEIRA, Iranilson Buriti de
Keywords: Gênero; Modernidade; Família burguesa; Família patriarcal
Issue Date: 2002
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Buriti de Oliveira, Iranilson; Muniz de Albuquerque Júnior, Durval. Façamos a família à nossa imagem :A Construção de conceitos de família no Recife moderno.(décadas de 20 e 30).. 2002. Tese (Doutorado). Programa de Pós-Graduação em História, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2002.
Abstract: Esta tese analisa as construções dos conceitos de família no Recife dos anos 20 e 30, que ganharam visibilidade mediante as práticas discursivas das obras de Gilberto Freyre e do Diário de Pernambuco. Tomando como referência as obras Casa Grande & Senzala, Sobrados e Mucambos e Ordem e Progresso, investigamos como foi elaborado o conceito de família patriarcal a partir dos anos 20, momento marcado pela tensão e intensos debates intelectuais entre os termos moderno e atrasado . Nesses debates, as famílias são (re)visitadas pela imprensa e pela intelectualidade, sendo cada vez mais visível os deslocamentos da elite recifense quanto às maneiras de viver dos tempos passados. Tendo como objetivo problematizar esses deslocamentos e rupturas quanto aos hábitos da elite dita tradicional, pesquisamos no Diário de Pernambuco artigos e propagandas que evidenciavam essas mutações nas condutas de homens e de mulheres ansiosos pela novidade da ocupação de novos territórios. Através da análise de discurso, investigamos como foram elaborados, no Recife, os territórios da família burguesa. Portanto, este trabalho contextualiza o momento em que emergiram ou se tornaram mais visíveis discursos sobre a higienização do corpo e da mente, a moral e o civismo, os códigos de conduta que modelizam homens e mulheres desejosos dos artifícios modernos. Esses discursos são tecnologias que territorializam as famílias burguesas nos espaços de modernidade, mas que também provocam deslocamentos com os hábitos e valores das famílias ditas tradicionais.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/7289
Appears in Collections:Teses de Doutorado - História

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo7628_1.pdf679.26 kBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.