Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/7214
Título: Os caminhos do olhar : circulação, propaganda e humor Recife, 1880-1914
Autor(es): Maria Queiroz Pereira da Luz, Noemia
Palavras-chave: Recife; Cidade; Circulação; Propaganda; Humo
Data do documento: 31-Jan-2008
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Maria Queiroz Pereira da Luz, Noemia; Paulo de Morais Rezende, Antonio. Os caminhos do olhar : circulação, propaganda e humor Recife, 1880-1914. 2008. Tese (Doutorado). Programa de Pós-Graduação em História, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2008.
Resumo: O olhar deste trabalho circula no diálogo estabelecido entre a tradição e o moderno, que provoca resistências e encantamentos, em segmentos da população da cidade do Recife entre 1880 e 1914. Período quando a modernidade é apenas vislumbrada e o novo para se afirmar tem como ponto de partida o encontro com a tradição, a qual, às vezes, se transforma para adequar-se às necessidades vigentes e, em outros momentos o novo contrapõe-se a ela, ratificando uma ruptura com o já vivido. A análise do diálogo estabelecido entre a tradição e o moderno é o fio condutor desse trabalho, que tem por temas a modernização, o processo de urbanização, a circulação de pessoas e mercadorias, o humor e a propaganda como veículos de crítica, expressão e difusão da modernização da cidade do Recife. O objetivo alcançado é uma escrita sobre a vida na cidade, o que nela muda com o aparato técnico instalado, as respostas dadas pelas pessoas às mudanças a partir da criação de desenhistas, artistas, humoristas e fotógrafos.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/7214
Aparece na(s) coleção(ções):Teses de Doutorado - História

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo3366_1.pdf10,17 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.