Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/7196
Title: O gênero textual cartão postal publicitário: um estudo da transmutação genérica
Authors: Soares da Silva, Xênia
Keywords: Transmutação Genérica; Gênero textual; Tradição Discursiva; Cartão Postal Publicitário; Cartão Postal Turístico
Issue Date: 31-Jan-2011
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Soares da Silva, Xênia; Virgínia Leal, Maria. O gênero textual cartão postal publicitário: um estudo da transmutação genérica. 2011. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Letras, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2011.
Abstract: Esta pesquisa analisa o Cartão Postal Publicitário como ilustração das transformações que ocorrem com todos os gêneros ao longo do tempo, em especial aquelas que geram outros padrões textuais. O interesse pelo gênero surgiu ao se constatar que ele não se tratava de uma forma genérica híbrida (FIX, 2000), levando ao questionamento: Qual o fenômeno entre todos ocorridos no percurso histórico desse gênero resultou na sua criação? Durante a investigação, entre todos os processos de transformações ocorridos com o gênero, confirmou-se ser o fenômeno da Transmutação Genérica (BAKHTIN, 2003; ZAVAM, 2009) responsável pela nova forma genérica. Através do fenômeno, os elementos do Cartão Postal Turístico foram incorporados pelo Cartão Publicitário criando uma nova forma, com funções retóricas (MILLER, 2009) e propósitos comunicativos próprios (SWALES, 2009). Para que se pudesse observar todo o processo de mudança dos gêneros ao longo do tempo histórico, a análise foi realizada do ponto de vista diacrônico, aliando a Teoria dos Gêneros (BARZEMAN, 2005, 2006, 2007; MARCUSCHI, 2001, 2007, 2008; BAHTIA, 2009) à Tradição Discursiva, conceito da Filologia Românica Alemã (KABATEK, 2003, 2005; ASCHENBERG, 2002; SCHELIEBEN-LANGE, 1983 apud ASCHENBERGER, 2002). O ponto crucial da análise foi constatar dois fatos: primeiro que, a nosso ver, nem todos os processos de mudanças e renovações ocorridos na trajetória de um gênero textual se configuram uma Transmutação Genérica, como defende Zavam (2009). O segundo fato é que a Transmutação Genérica só acontece com gêneros de esferas diferentes, como postulou Bakhtin (ARAÚJO, 2004; 2006). O processo de transformações e mudanças ocorridas entre o Postal Turístico e o Postal Publicitário sugere diversas fases de metamorfoses, e não de Transmutações, pois, segundo o que fora observado, só ocorre uma Transmutação Genérica quando o gênero adquire identidade própria de acordo com a esfera discursiva que o Transmutou. Conclui-se que o Postal Publicitário não é fruto de várias transmutações, como sugeridas por Zavam, e sim da Transmutação Genérica, intencionalmente provocada, após todos os processos de mudanças ocorridos com o Postal Turístico. Esse resultado levou a propor a concepção de Transmutação Genérica Provocada como explicação para o que ocorreu com os Postais Publicitários. Entendida como uma Transmutação artificial, fruto da intencionalidade do produtor, a nosso ver, essa concepção também pode responder pela complexidade de outras formas genéricas da contemporaneidade
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/7196
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Linguística

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo1827_1.pdf9.44 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.