Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/7170
Title: A evolução do pensamento americanista de Joaquim Nabuco. (l876- 1910)
Authors: de França e Silva Júnior, Humberto
Keywords: História do Brasil; Primeira República; Joaquim Nabuco; Estados Unidos; Relações Internacionais
Issue Date: 2006
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: de França e Silva Júnior, Humberto; Jay Hoffnagel, Marc. A evolução do pensamento americanista de Joaquim Nabuco. (l876- 1910). 2006. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em História, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2006.
Abstract: O propósito desta dissertação é o de oferecer uma análise a respeito da evolução do pensamento americanista de Joaquim Nabuco nas diferentes fases de sua trajetória política e diplomática. A partir de 1876, quando ele foi nomeado para as funções de Adido da Legação do Brasil em Washington, a sua estada nos Estados Unidos lhe proporcionou observações a respeito daquele país, que resultariam em reflexões sobre a sociedade, a vida política e o povo norte-americano, nas quais se salientam, também, algumas variantes de antiamericanismo. Em 1899, com o seu retorno à diplomacia, assumindo as funções de Advogado do Brasil na Questão da Guiana Inglesa, Nabuco interpretaria as tendências globais diante das repercussões da Jurisprudência do Congresso de Berlim, de 1885. Naquela ocasião, iniciou-se uma inflexão no seu pensamento, sobre o papel a ser exercido pelos Estados Unidos no cenário internacional do século vinte. Finalmente, ao assumir as funções de primeiro embaixador do Brasil em Washington, Joaquim Nabuco passaria a engenhar um projeto para impulsionar umamaior aproximação do Brasil com os Estados Unidos porque Nabuco entendia que o nosso país se encontrava indefeso perante as agressões do imperialismo europeu. A partir de sua re-interpretação a respeito da Doutrina de Monroe aplicada àquela situação internacional, Joaquim Nabuco se empenhou para formular um projeto de política externa lastreado no seu próprio conceito de Pan-americanismo, que embora se inserisse no processo de americanização da diplomacia brasileira, nem sempre estava inteiramente alinhado com os parâmetros propostos pelo chanceler Rio Branco, à época
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/7170
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - História

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo3290_1.pdf1.48 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.