Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/7167
Título: Avaliação do consumo de água das empresas do Complexo Industrial Portuário de Suape no contexto de desenvolvimento sustentável
Autor(es): Francisco da Silva, Jonas
Palavras-chave: Sustentabilidade; Água tratada; Água bruta; Papel do Estado
Data do documento: 31-Jan-2010
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Francisco da Silva, Jonas; do Carmo Martins Sobral, Maria. Avaliação do consumo de água das empresas do Complexo Industrial Portuário de Suape no contexto de desenvolvimento sustentável. 2010. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Gestão e Pública p/ o Desenvolvimento do Nordeste, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2010.
Resumo: A água é essencial para a sobrevivência humana, além de ser parte importante para o desenvolvimento econômico. Seu uso racional tem sido motivo de muitas conferências mundiais, mas também locais, no enfoque do desenvolvimento sustentável. Para entender a crise do meio ambiente e as propostas que visam superá-la, é imprescindível situá-las no tecido das relações que envolve o Estado, a sociedade e o indivíduo. A sociedade é composta de indivíduos, grupos e classes sociais, geralmente com interesses distintos. Para mitigar esse antagonismo as políticas públicas, as leis que expressam esses conflitos, bem como as instituições precisam intervir. A política hídrica, como importante instrumento legal da intervenção do Estado, interpõe-se diretamente nas relações de poder, na apropriação e no uso de um recurso cada vez mais escasso, a água. Este trabalho apresenta os resultados da avaliação do consumo de água bruta e tratada das empresas do Complexo Industrial Portuário de Suape no contexto do desenvolvimento sustentável, no período de 2007 a 2009. Assinala aspectos relacionados ao crescimento populacional da circunvizinhança, provocado não somente pela atratividade turística, mas principalmente pelo crescimento econômico local. Fundamentado no quadro teórico, na documentação, nas entrevistas, na coleta e análises dos dados, o estudo revela resultados importantes e sublinha aspectos inerentes ao uso inteligente dos recursos hídricos disponíveis. Procura mostrar o papel do Estado na condução de políticas públicas, notadamente as que dizem respeito ao Saneamento. Discute sucintamente o histórico do Saneamento no Brasil a partir de décadas recentes, mais precisamente 1988, com a promulgação da Constituição Federal. Aborda questões concernentes ao novo marco regulatório do setor com a adoção da Lei Federal nº 11.445/2007. Como resultados, o trabalho propõe a implementação de políticas públicas para economia e reuso da água, controle das perdas físicas e um rigoroso controle quanto à exploração de águas subterrâneas
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/7167
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Gestão Pública para o Desenvolvimento do Nordeste

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo351_1.pdf2,29 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.