Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/7147
Título: A Construção discursiva dos eventos pela mídia : o processo de nominação e a representação do discurso outro
Autor(es): Queiroz Ferreira Cordeiro, Rafaela
Palavras-chave: Mídia; Evento; Nominação; Dialogismo; Discurso
Data do documento: 31-Jan-2011
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Queiroz Ferreira Cordeiro, Rafaela; de Arruda Carneiro da Cunha, Dóris. A Construção discursiva dos eventos pela mídia : o processo de nominação e a representação do discurso outro. 2011. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Letras, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2011.
Resumo: Este trabalho tem como objetivo analisar como os eventos e os atores envolvidos são construídos e representados pela mídia. Para isso, fundamentamos nossa investigação na teoria/análise dialógica de Bakhtin (1993, 2005) e seu Círculo, teóricos que estabelecem a linguagem como um produto da vida social, constituído nas interações; na perspectiva teórica de Siblot (1998, 2007) sobre a nominação, processo baseado na alteridade e na memória; nos estudos de alguns teóricos, como Debord (2003) e Neveu (2006), para contextualizar a sociedade e o funcionamento da mídia; nos trabalhos enunciativos desenvolvidos por Moirand (2007, 2008, 2009, etc.) e Cunha (2002, 2008, etc.); entre outros. Nesse amplo quadro teórico, escolhemos investigar como os eventos são construídos discursivamente pela mídia a partir do ato de nomear/nominar o outro e da formas de representação das vozes convocadas nos textos jornalísticos. A fim de atingir esse propósito, selecionamos o caso Paula Oliveira, ocorrido entre fevereiro de 2009 e março de 2010, em que uma advogada brasileira grávida disse ter sido atacada na Suíça por três homens que pareciam skinheads, causando grande comoção nacional e internacional. Escolhemos esse fato porque, durante sua cobertura jornalística, os periódicos atribuíram várias nominações a esse evento e aos sujeitos nele envolvidos, construindo-o em função do acento atribuído a alguns discursos, representando-o a partir das vozes selecionadas para comentar sobre o caso. O corpus é constituído de textos jornalísticos publicados pela Folha de S. Paulo (SP), pelo Jornal do Commercio (PE) e pelo jornal suíço 20 Minuten Online, entre 12 de fevereiro de 2009 e 13 de março de 2010. Dentre os resultados das nossas análises, observamos semelhanças e diferenças nos processos de nomeação/nominação nos três periódicos, em função do posicionamento de cada veículo de comunicação, do público-alvo e contexto sócio-cultural dos jornais. Além disso, há diversas formas de representação dos atores envolvidos, produzidas a partir do emprego de certas expressões para nominá-los e das maneiras de reportar o discurso outro
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/7147
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Linguística

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo1794_1.pdf1,56 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.