Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/713
Title: Patogenicidade à cebola (Allium cepa L.) e análise da diversidade genética de isolados de Colletotrichum gloeosporióides do Estado de Pernambuco, Brasil, por RAPD e região ITS do rDNA
Authors: Xavier Vila Nova, Meiriana
Keywords: Allium cepa L; Colletotichum gloeosporioides; rDNA; RAPD
Issue Date: 2004
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Xavier Vila Nova, Meiriana; Tinti de Oliveira, Neiva. Patogenicidade à cebola (Allium cepa L.) e análise da diversidade genética de isolados de Colletotrichum gloeosporióides do Estado de Pernambuco, Brasil, por RAPD e região ITS do rDNA. 2004. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Biologia de Fungos, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2004.
Abstract: A antracnose foliar ou mal-das-sete-voltas na cebola, causada pelo fungo Colletotrichum gloeosporioides, destaca-se como uma das principais doenças em locais de produção da cebola no estado de Pernambuco. O presente trabalho objetivou estudar a patogenicidade na cebola de isolados de C. gloeosporioides e analisar a variabilidade genética pelo uso dos marcadores moleculares RAPD e a região ITS do rDNA. No trabalho foram utilizados 11 isolados do fungo, obtidos de diferentes substratos e hospedeiros e 5 isolados obtidos de cebola de diferentes regiões de Pernambuco e um do Amazonas. O teste de patogenicidade foi realizado em mudas e bulbos da cebola Os isolados mais agressivos foram quatro provenientes de cebola nos dois testes. Nas análises de RAPD foram utilizados sete primers de seqüências arbitrárias. Os produtos de amplificação foram separados em gel de agarose a 1,4%. e mostraram bandas polimórficas que permitiram avaliar a distância genética entre os 15 isolados. Estes foram classificados em quatro grupos distintos. Os produtos de amplificação dos lócus ITS1-5.8S-ITS2 do rDNA com primer ITS1 e ITS4 também apresentaram polimorfismo e foram digeridos com três enzimas de restrição, Dra I, Hae III e Msp I. Apenas as duas últimas foram eficientes em mostrar variações genéticas entre os isolados. Os dois marcadores utilizados foram capazes de diferenciar o isolado do Amazonas dos demais de Pernambuco. Os resultados obtidos com os marcadores moleculares não mostraram relação com o grau de patogenicidade dos mesmos à cebola
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/713
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Biologia de Fungos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo4513_1.pdf716.28 kBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.