Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/7099
Title: Avaliação da presença do Propionibacterium acnes em pele lesional e não lesional de pacientes com hipomelanose macular progressiva por cultura e PCR em tempo real
Authors: CAVALCANTI, Silvana Maria de Morais
Keywords: Hipopigmentação/hipomelanose macular progressiva;Propionibacterium acnes;Reação em cadeia da polimerase;Biópsia/bacteriologia;Curva ROC.
Issue Date: 31-Jan-2009
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Maria de Morais Cavalcanti, Silvana; Magalhães da Silveira, Vera. Avaliação da presença do Propionibacterium acnes em pele lesional e não lesional de pacientes com hipomelanose macular progressiva por cultura e PCR em tempo real. 2009. Tese (Doutorado). Programa de Pós-Graduação em Medicina Tropical, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2009.
Abstract: A hipomelanose macular progressiva é uma dermatose caracterizada por máculas hipocrômicas localizadas principalmente em tronco, que tendem a confluir na linha média. Em pacientes melanodérmicos, as lesões contrastam com a pele normal prejudicando a auto-estima dos pacientes. Sua etiologia permanece especulativa, sendo sugerida a participação do Propionibacterium acnes, um membro da flora cutânea normal. Objetivo: Avaliar a presença do Propionibacterium acnes na pele lesional e não lesional de pacientes com hipomelanose macular progressiva, por meio da reação em cadeia da polimerase em tempo real quantitativa e cultura bacteriológica de fragmento de pele e, determinar o ponto de corte para o número de cópias de genoma de Propionibacterium acnes, como marcador de sua positividade na pele lesional de pacientes com hipomelanose macular progressiva, utilizando a reação em cadeia da polimerase em tempo real quantitativa e considerando a cultura como padrão-ouro. Pacientes e Métodos: Estudo exploratório, observacional com grupo de comparação foi realizado envolvendo 36 pacientes, atendidos nos ambulatórios de dermatologia do Hospital Universitário Oswaldo Cruz, Recife, Pernambuco, Brasil, entre março e maio de 2008. Todos os pacientes foram submetidos a exame sob luz de Wood, pesquisa micológica e biópsias de pele lesional e não lesional do dorso. Os fragmentos de biópsia de pele foram submetidos a exame histopatológico, cultura bacteriológica e reação em cadeia da polimerase em tempo real quantitativa, utilizando oligoiniciadores específicos para a região 16S do RNA ribossomal do Propionibacterium acnes. A pele lesional foi comparada a não lesional quanto à positividade da reação em cadeia da polimerase em tempo real quantitativa e da cultura, considerada padrão-ouro. Com o programa Statistical Package for Social Sciences, versão 12.0, procedeu-se à determinação de associação com os testes de Wilcoxon e de McNemar, em nível de significância de 0,05, e do ponto de corte com a curva ROC para valores máximos. Resultados: Houve predomínio significante do Propionibacterium acnes na pele lesional, comparada com a pele não lesional (p<0,001), demonstrado por cultura bacteriológica e reação em cadeia da polimerase em tempo real quantitativa. O ponto de corte para o número de cópias de genoma de Propionibacterium acnes como marcador de sua positividade na pele lesional de pacientes com hipomelanose macular progressiva igualou-se a 1.333, com sensibilidade de 87,9% e especificidade de 100,0%. Conclusão: Apesar do Propionibacterium acnes ser um saprófita do folículo pilossebáceo, ele esta mais presente em pele lesional dos pacientes com hipomelanose macular progressiva, sugerindo sua participação no desenvolvimento dessa dermatose
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/7099
Appears in Collections:Teses de Doutorado - Medicina Tropical

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo3535_1.pdf4.39 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.