Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/7062
Title: Modernidade no Brasil, Igreja católica, identidade nacional : práticas e estratégias intelectuais: 1889 1930
Authors: Sousa Ribeiro, Emanuela
Keywords: Nação;Elites;Identidades nacionais;História das Religiões
Issue Date: 31-Jan-2009
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Sousa Ribeiro, Emanuela; Maria Brandão de Aguiar, Sylvana. Modernidade no Brasil, Igreja católica, identidade nacional : práticas e estratégias intelectuais: 1889 1930. 2009. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em História, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2009.
Abstract: Nesta investigação histórica analisamos a influência católica na formação da identidade nacional, durante o período compreendido entre 1889 e 1930, a partir do estudo dos intelectuais católicos do Estado de Pernambuco. Constatamos que houve um modo de ser elite no Brasil, do final do século XIX e início do XX, que estava relacionado à uma postura intelectual católica, especialmente na região nordeste. A análise da documentação permite afirmar tanto que a confluência entre modernidade e catolicismo foram parte de um projeto maior, da construção de uma identidade católica para o Brasil, quanto que a própria identidade das elites brasileiras foi perpassada pela proposta católica de identidade nacional. Isso foi possível exatamente porque a proposta identitária respondia aos anseios da sociedade republicana brasileira, então em processo de estruturação, convergindo com os elementos que a maioria da população entendia como os da modernidade o progresso material e as adequações à nova vida cotidiana. Ao mesmo tempo, a proposta católica respondia também às perguntas dos intelectuais brasileiros sobre a origem e o futuro da nação, propondo o uso de narrativas historiográficas e símbolos do catolicismo como símbolos da nação. Utilizamos, como fontes primárias para o trabalho, tanto documentação produzida no âmbito católico, quanto fontes provenientes do mundo laico. O referencial teórico foi construído a partir dos conceitos propostos por Pierre Bourdieu, acerca do funcionamento dos diversos campos sociais, e por Peter Berger, acerca das estruturas de plausibilidade; tais conceitos permitiram uma melhor compreensão dos mecanismos de formulação e difusão da proposta identitária católica na sociedade laica, durante o período estudado. Dentre a documentação de cunho religioso destaca-se a documentação oficial da Igreja católica (encíclicas e cartas pastorais); e a documentação produzida pelos leigos católicos, como jornais, boletins, opúsculos e documentos referentes a escolas católicas; também fez parte de nossa pesquisa a bibliografia citada e produzida pelos intelectuais católicos. Em relação à documentação referente aos intelectuais laicos destacamos a bibliografia produzida pelos membros do IHGB e do IAHGP, bem como os jornais e a bibliografia produzida durante o período em estudo. Como resultado podemos afirmar que a proposta católica para a identidade brasileira foi apropriada pela elite intelectual brasileira através da conciliação de argumentos do catolicismo e da modernidade
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/7062
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - História

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo3274_1.pdf2.57 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.