Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/7014
Title: Discurso, corrupção e a construção de identidades sociais na política brasileira: um estudo de caso
Authors: Ramos de Oliveira Pontes, Herimatéia
Keywords: Discurso; Identidades sociais; Abordagem históricodiscursiva
Issue Date: 31-Jan-2010
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Ramos de Oliveira Pontes, Herimatéia; Chambliss Hoffnagel, Judith. Discurso, corrupção e a construção de identidades sociais na política brasileira: um estudo de caso. 2010. Tese (Doutorado). Programa de Pós-Graduação em Letras, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2010.
Abstract: Um dos resultados das transformações sócioculturais do nosso mundo pósmoderno, marcado por extrema complexidade, contradições, lutas políticas e ideológicas, fragmentações e mudanças sociais constantes, especialmente nas sociedades ocidentais, é a chamada crise de identidades, pondo em evidência a necessidade de reflexão sobre a questão da construção de identidades sociais. Pela sua natureza dinâmica, heterogênea e controversa, a construção de identidades se constitui um dos temas cruciais na teoria pósestruturalista (Wodak 2001, Hall 1996, Billig 1991, Muntigl et al 2000, Fairclough 2003 dentre outros). Como construto sóciodiscursivo, as identidades sociais ocorrem em contextos marcados por relações de poder, sobretudo no âmbito das instituições sociais. Por isso, esse processo nem sempre é uma prática renovadora, podendo inclusive legitimar certas identidades impostas por processos de dominação. É o caso, por exemplo, da identidade coletiva dos parlamentares. Desse modo, o presente estudo analisa a construção de identidades sociais dos políticos envolvidos em esquemas de corrupção nas instituições públicas. Através de um estudo de caso, o mensalão, investigamos as principais estratégias lingüísticodiscursivas utilizadas na representação do discurso político sobre corrupção, num conjunto de gêneros textuais que abrangem a esfera pública governamental e nãogovernamental. Para viabilizar esta análise, tomamos como referencial teóricometodológico a abordagem históricodiscursiva de Análise Crítica do Discurso, cujo foco está voltado para o estudo dos discursos políticos e discriminatórios. Tal abordagem aponta para o caráter manipulativo das práticas discursivas e para a relação dialética e contraditória entre discurso e estruturas de poder, oferecendo assim, parâmetros analíticos para a interpretação e a avaliação dos discursos em seu contexto social, histórico e político, a partir de um dos seus principais efeitos, a saber, a construção de identidades sociais. Os resultados da análise dos dados revelam que certas construções de identidades servem como mecanismo de legitimação dos grupos de poder e de um estado de coisas espbecífico, assim como, da deslegitimação da participação democrática
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/7014
Appears in Collections:Teses de Doutorado - Linguística

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo1750_1.pdf10.33 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.