Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/6994
Title: Da fragmentação ao resgate da linguagem: um estudo de caso das práticas discursivas no afásico
Authors: OLIVEIRA, Francisco Nilton Gomes de
Keywords: Linguística;Comunicação;Afasia
Issue Date: 31-Jan-2010
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Nilton Gomes de Oliveira, Francisco; Chambliss Hoffnagel, Judith. Da fragmentação ao resgate da linguagem: um estudo de caso das práticas discursivas no afásico. 2010. Tese (Doutorado). Programa de Pós-Graduação em Letras, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2010.
Abstract: Neste trabalho, busca-se analisar as práticas discursivas de sujeitos afásicos, participantes do grupo denominado Centro de Convivência de Afásicos da Universidade Católica de Pernambuco, buscando compreender as consequentes perdas na sua produção de vida, como também examinar as questões da significação da linguagem desses sujeitos e suas representações linguísticas através de um corpus composto de entrevistas realizadas com eles. Procurou-se observar e analisar os inúmeros fatores que dificultam a (re) inserção desses sujeitos em suas rotinas de vida, em seu convívio social e em seu mundo familiar, bem como, a partir da leitura e releitura dos discursos dos sujeitos, analisar seu discurso, fundamentando-se em conhecimentos engendrados pela ciência sobre a linguagem humana, com o fito de estabelecer possíveis paradigmas para uma intervenção que propicie ao afásico não apenas a (re)construção de sua fala, mas que amplie a sua dimensão humana no contexto pós-doença. Nesta tese, refutando-se o pensamento de afasiologistas que vislumbram a recuperação da patologia, centrados na doença e não no sujeito, cuja constitutividade sociolinguística está comprometida, criamos, como ponto de partida, a hipótese de que a fragmentação da fala desses sujeitos, apesar de ser um complicador em sua situação comunicativa, não desfaz sua característica de ser social, de sujeito discursivo. Procurou-se, portanto, estabelecer novos possíveis paradigmas para uma intervenção que propicie ao afásico maiores oportunidades para a readaptação de sua fala, ampliando a dimensão humana no contexto pós-doença e buscando quebrar os estigmas sociais associados ao sujeito afásico, o qual, através da realização das atividades do dia a dia, se percebem, percebem os outros e a natureza que se encontra ao seu redor, funcionando essas atividades como reguladoras do seu bem estar biopsicossocial
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/6994
Appears in Collections:Teses de Doutorado - Linguística

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo1728_1.pdf856.28 kBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.